"Os mais excitantes contos eróticos"


BIANCA: A VOLUPTUOSA.


autor: Savage
publicado em: 05/09/15
categoria: hetero
leituras: 2248
ver notas
Fonte: maior > menor


Bianca sempre teve um grande tabu em relação a sexo. Criada para ser uma verdadeira freira, adquiriu gosto pelos estudos e se dedicou a crescer como pessoa e profissionalmente, deixando adolescência, a juventude de lado para se dedicar ao futuro. Viajou, trabalhou em vários setores, viveu sempre a margem do lazer e dos prazeres que suas amigas falavam sobre sexo. Morena bonita, cabelos curtos, corpo perfeito e olhos negros, essa mulher permaneceu virgem até os 26 anos, quando encontrou um namorado e se entregou a ele. Não foi uma boa experiência, rapaz não se preocupou em satisfazê-la, e sim a si mesmo. A partir daquele dia Bianca que já não gostava de sexo, passou a sentir uma total aversão, até porque aquele relacionamento tinha sido baseado apenas no desejo do seu namorado. Mas a vida sempre nos prega surpresas, desde jovem ela já fazia tratamento para asma, seu médico chamado Roberto cerca de 20 anos mais velho a acompanhava, bem como sabia tudo de sua vida através uma amiga. Certo dia em uma festa entre amigos, Roberto que fora convidado, bebera demais, e chamou Bianca para dançar, durante a festa revelou que há muito tempo tinha um carinho especial por ela e que gostaria de ter a oportunidade de fazê-la feliz. Bianca a principio se surpreendeu, mas ela também já tinha um certo afeto pelo querido médico, aceitou o convite para o namoro. Por meses o namoro seguiu de forma bem diferente, apesar do desejo de ambos, os traumas e tabus de Bianca ainda eram um problema a ser resolvido, porem a experiência e a paciência de Roberto conseguiram abrir uma pequena janela de esperança para o casal.

Roberto homem maduro, que tinha passado por um casamento mal sucedido, era alto, cabelos grisalhos, olhos claros e corpo mantido em forma pela pratica de esportes e academia, conseguira conquistar o coração de Bianca, esse sentimento levou aos poucos a fazer com que ela passa-se a na querer perder a proteção e o carinho do seu amado. Diante disto faltava apenas fazê-la feliz na cama, e esse homem quebrar aos poucos os preconceitos ainda na mente de sua mulher. Os desejos e fantasias de Roberto começaram fazer com que ela experimenta-se novas emoções. Apesar de muito tesão de ambos, o sexo era sempre convencional, Bianca fazia mais por dar prazer ao seu marido, do que por sentir, e isso Roberto percebeu, passando a iniciá-la no melhor sentimento que uma mulher senti na cama, o orgasmo. Naquela noite, após um jantar delicioso feito com todo carinho por Bianca, Roberto abriu uma garrafa de vinho e ficaram abraçados no sofá, vendo um belo filme romance. Os beijos, carinhos e abraços fizeram esquentar aquele momento, mas antes de Bianca pensar em fazer algo, Roberto desceu seus lábios pelo pescoço, chegando aos seios fartos e com mamilos excitados dela, pequenas mordidas e chupões a faziam arrepiar e soltar grandes suspiros, ele sabia como excitá-la, alternando os beijos na boca com beliscões nos seios e mordidas na orelha, ela que estava deitada o abraçava forte e sorria como uma criança. Nesse instante Roberto inicia o que para Bianca era algo novo, ele não tirara a roupa, apenas a camisa, e descera pela sua barriga com beijos e lambidas, ela estava sentindo ele chegar mais perto do seu sexo, foi quando ela o segura pela cabeça e diz:

- Seu louco eu quero você dentro de mim e não isso.
- Acalma-te, quero apenas provar dessa xaninha deliciosa, deve estar bem molhadinha.
- Não faz isso... Eu tenho vergonha. Ai não. Por favor.
- Relaxa depois que sentir minha língua dentro de você irá mudar de idéia.rs

Bianca nunca tinha sido chupada na vida, o Maximo de seus relacionamentos eram penetrações, e Roberto sabia que o verdadeiro orgasmos, ela não sentira. Bianca que estava de vestido curto e calcinha branca, minúscula e transparente, cobrindo apenas à frente de sua boceta, se contorcia e gemia baixinho de prazer, Roberto percebe que a calcinha já esta encharcada, grudada naquela xana, úmida ao extremo, ele chega bem perto e suspira fundo para inalar o aroma do sexo gostoso de sua amada, ela tenta fechar as pernas, mas ele a segura, afasta a calcinha para o lado e abocanha-a, quando ela grita:

- Amor... Não!

Mas já era tarde, a língua dele entra devagar, invadindo os lábios daquela buceta rosada, indo fundo e voltando cheia de mel salgadinho, ele retira-a devagar e sobe passando a ponta pelo grelinho, ela treme e grita com prazer enorme, e diz:

- Delicia... Amor!


Roberto se concentra no meio do rego, abrindo os lábios e como um cachorrinho acelera sem trégua, ao que Bianca começa a gritar:

- Ai não para..não para ... ta bom demais.. continua!!

O mel de Bianca invade a boca de Roberto, percebendo o quanto ela fica molhada, ele se concentra no clitóris e enfia dois dedos na xaninha, e mais uma vez ela grita:

- Amor que loucura!!!

Agora a ponta de língua brinca com o grelinho e os dedos entram e saem com uma velocidade louca, fazendo um barulhinho delicioso de escutar. O corpo dela todo arrepiado, o suor escorre sem parar, tremula e tendo espasmos, olhos fechados e um sorriso angelical no rosto, a faz delirar, é quando ele percebe que o primeiro orgasmo de Bianca se anuncia, pois ela se contorce e fecha as pernas prendendo-o com força, quase o deixando sem ar. Bianca goza, mas goza intensamente, aquele sentimento que acelera o coração, faz ela perder a noção de tempo e lugar, alem deixá-la flutuando, libera um grito ensurdecedor:

- Roberto Meu amor!!!!

Se debatendo e tendo espasmos, ela abre os olhos, o agarra pelo pescoço e lhe tasca um beijo, mas não um beijo comum, aquele que dar falta de ar, que molha a boca e o rosto, que você senti a pessoa respirando com dificuldade. Bianca acabara ter ser seu primeiro orgasmo, até então somente sabia dar prazer, nunca tinha sentido algo assim. Ela olha fixamente os olhos de Roberto, ele sorri e recebe vários pequenos beijos e ela o puxa para seu colo, pede para ele ouvir seu coração acelerado, ele a abraça.


Depois daquele dia, morria ali uma mulher e nascia uma Deusa do sexo, Roberto passou a ensinar todas as maravilhas do prazer a dois. Um novo tabu a ser quebrado seria fazer com que Bianca aprende-se a fazer sexo oral, ela sempre reclamava e sentia nojo, mais ele fazia de tudo para tirar esse pensamento da mente de sua amada, se depilava, mantia a higiene e até usava aromas para que ela aceita-se a idéia. Mas por incrível que pareça tudo aconteceu de outra forma. Um dia Bianca foi ao consultório buscá-lo no final de expediente, ele ficou contente e ao entrar no carro, começou a beijá-la, entre amassos e suspiros, ela a tocou na xaninha e percebeu que ela estava muito excitada, e disse:

- Como você esta gostosa minha linda
- Pra você meu macho gostoso.rs
- Senti aqui como estou também
- Humm, que delicia, já quero ele em mim
- Mas agora não dá, estamos no transito
- Poxa..
- Que tal você chupá-lo, ninguém pode ver, o insulfilm é 100%
- Você é louco?
- Por você..rs
- Mas não gosto, você sabe disso
- Nem eu fazendo isso...

Nesse instante ele enfia dois dedos na xaninha de Bianca e solta um grito

- Assim não vale...é covardia..rs

Em meio ao engarrafamento e por volta da 19:00hs, um carro com vidros escuros encontra-se parado, e um homem é chupado loucamente por uma mulher, a qual é masturbada deliciosamente, essa cena se passou por várias vezes, sempre quando Bianca ia buscar Roberto no consultório, o que ocorria uma vez por semana, às vezes, nem dava para chegar em casa, eles já desviavam o caminho para um motel mais próximo e terminavam a loucura. Sempre que Bianca gozava, Roberto retirava os dedos da buceta e levava a boca de sua aprendiz de sacanagem. Nos demais dias que Roberto chegava em casa, depois do expediente, Bianca que se tornara viciada em chupar seu cacete, nem dava tempo dele tirar a roupa, as vezes o chupava ainda escorado na porta, ela ficava louca em vê-lo gozando de prazer, delirava, lambia, chupava e batia em seu rosto aquele pau jorrando gozo, ele criara um monstro de sexualidade.



Roberto descobria que a cada dia Bianca aprendia coisas novas, mas para sua surpresa nunca a viu se masturbando, e indagou a sua amada:

- Meu tesão, nunca vi você se masturbando, tem algum preconceito sobre isso?
- Amor, certa vez tentei, mas não gostei não, acho meio sem graça..rs
- Pois de agora em diante quero que se masturbe pra mim, quero ver
- Mas eu não sei, não sinto prazer
- Eu ajudo..rs
- Assim eu tento..rs

E assim foi feito, sempre que Bianca cavalgava em cima de Roberto ele fazia ela se masturbar, o que ela descobriu um novo prazer, gozar com estimulação e sendo penetrada. Mas um certo dia Bianca também cobrou algo:

- Amor quero ver você se masturbando
- Bianca não preciso tenho você meu tesão
- Mas eu quero ver.. faz amor.. faz?
- Ta bom, mas também quero sua ajuda.rs
- Poe aquela lingerie e desfila em cima da cama pra mim..rs
- Fechado, amanha compro uma ideal para isso.

No outro dia, Bianca comprou em um sex shop uma minúscula lingerie vermelha e a noite aguardou seu amado. Após tomarem umas taças de vinho, e no quarto, Roberto esperou sua Deusa do sexo entrar. E ela veio deslumbrante, toda perfumada e como uma gata se arrastando pelo tapete e pelos moveis ela sobe em cima da cama ao som de “Slave to Love” (Briam Ferry), com uma dança pra lá de sensual, ela se esfrega em Roberto deixando no ar a mistura de “Docce Gabana – The One” e do cheiro do seu sexo excitada, ele vai a loucura, ela chega perto do seu rosto e senta em cima, sai rápido e pede a ele:

- Goze pra mim, meu macho!!

E assim ele o fez, tirou o pau para fora da cueca Box branca, já bem molhado ele esfola a cabeça e começa a movimento de vai e vem, ela percebe que ele esta tão excitado que sua mão esta toda molhada, aquilo deixa Bianca louca, que deita na cama de frente para ele, deixa a cabeça cair na beira da cama, encostando-se ao chão, deixando as pernas em cima, também se masturba, com mão dentro da minúscula lingerie, a visão é maravilhosa, ela pula, rebola e abaixa e levanta, tirando os dedinhos molhados mostrando para Roberto, que não resiste e vai até ela e goza em cima do seu seio, que sorri e grita:


-Goza.. Goza.. quero seu leitinho..rs


Bianca e Roberto continuam a inventar a relação cada dia, quebrando a rotina e buscando sempre uma nova forma de prazer, provando que não a limites para os desejos e fantasias de suas mentes. Hoje Bianca acredita que não perdeu tempo ao descobrir tão tarde os prazeres do bom e velho sexo.

Bianca e Roberto compraram um computador com webcam, e estão querendo testar a qualidade da imagem, bom mais isso já é um novo conto..rs



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.