"Os mais excitantes contos eróticos"


Na fazenda


autor: Quell
publicado em: 13/07/17
categoria: hetero
leituras: 2530
ver notas
Fonte: maior > menor




Bom , estávamos na fazenda do meu pai em uma sexta feira, era época de colheita e não estava afim de ficar lá. Pedi o carro pra voltar para a cidade, mas meu pai ficou reclamando, dizendo que com 17 anos é foda dar o carro, se a policia pegasse ia dar merda, além do ciúme que ele tem do carro, mas enchi tanto o saco dele que ele aceitou, mas pediu pra eu ir a noite que a chance de ser parada era menor.

Deu umas 7 horas falei que iria pra casa e voltaria de manha cedo no sábado. São +- uns 40 minutos da fazenda até minha casa. O problema é que aqui é uma cidade no Mato Grosso que exporta muita soja, e na época de colheita são muitos caminhões. Exatamente na BR que da acesso pra minha casa eu atrás de 2 caminhões um guarda rodoviário me para... Chegou pedindo meus documentos quando olha bem pro meu rosto com cara de desconfiado e fala... quantos anos você tem? Nesse momento já entrei em desespero tentando justificar e ele só falou, sai do carro!

Eu estava com um shortinho jeans curtíssimo e camisetinha branca pequena, é como tenho um bunda enorme e coxas grossas ele deu aquela olhada e já veio falando... bom, 17 anos, sem carteira, vou ter que levar teu carro, tu tira ele amanha com a presença do dono do carro na delegacia daqui! Eu chorando toda desesperada implorando pra que ele não fizesse isso, meu pai ia ficar louco ia me matar. Ele nem dava bola e só me secava de ponta a ponta, não tirava os olhos do meu rabo, mas eu estava tão desespera que nem tinha me ligado nisso.

Ligou para outro policial vir ajudar ele porque teria que levar o meu carro pro pátio como disse ele. Chegou o outros 2 policias 1 pegou a viatura e saiu, ele pegou entrou no meu carro e mandou eu entrar que iriamos até a delegacia pra resolver. Eu implorava pra ele chorando e soluçando pra ele não fazer isso até que ele botou a mão na minha coxa e disse calmo saindo de perto das outras viaturas, calma moça, a gente vai achar um jeito de resolver isso... enquanto passava a mão na minha coxa, nessa hora intendi o que ele queria... Pegou o celular mandou uma mensagem, acho que pro outro policial "Viu, segura as pontas pra mim que vou resolver com novinha da BMW" o outro cara só respondeu rindo "ok! qualquer coisa me manda um radio!"

Parou o carro na estrada, pegando na minha coxa de novo e disse, moça onde estão seu pais? Falei que estavam na fazenda e que estava indo pra casa pra dormir e eles ficariam lá, e que voltaria no outro dia... nem terminei de fala, ele com o olho brilhando falou, e vc esta sozinha em casa então... respondi que sim! Aí ele falo assim, passando o mão no meu rosto e enxugando as lagrimas, Calma moça, vamos lá pra tua casa e lá a gente fica mais a vontade e resolvemos isso, eu nem sou daqui da cidade, só estou cobrindo um colega e vou embora amanha cedo... descendo a mão pelo meu corpo pegando nos peitos falou... será que posso ficar lá na sua casa... tudo mundo sai ganhando né... Falei que sim, lógico e mostrei o caminho da minha casa...

No meio do caminho ele já com cara de que ia fazer uma festa (e fez) olhou pra mim e disse, porque não tira esse shortinho e essa camisa, esta bem quente hoje... na hora tirei o shortinho mostrando aquela calcinha preta fio dental minúscula escondida na minha bundona... ele só falou, que bunda é essa... meu deus! vira ela pra mim! quando virei ele deu um tapão nela dizendo... nunca vi uma tão grande e dura assim...

chegamos em casa, ele já foi direto pro sofá falando... vem aqui minha putinha, hoje vai fazer tudo que eu mandar e amanha eu sumo e você vai pro teu papai de boa ok? Falou isso comigo sentada em seu colo enquanto apertava minha bunda com vontade... Eu já quase pelada no colo dele ia dizer que não? Concordei e mal deu tempo de responder ele me puxa e começa a me beijar com vontade, puta beijo gostoso, no começo estava com muito medo, mas acho q toda mulher sempre teve a fantasia de da pra um policial, e ele era forte alto, malhadao, vou aproveitar! já fui me esfregando nele enquanto a mão dele passeava por cada buraco do meu corpo, tirei a camisa dele e já fui desabotoando a calça pulando pra fora uma senhora de uma rola, que me fez ficar encharcada na hora!

já fui mamando com vontade e babando no pau dele, ele gemia alto e me chamava de puta varias e varias vezes, dizendo que eu mamava gostoso demais, mas antes de gozar me puxou pelos cabelos me beijando de novo e me jogando no sofá, coloco a língua na minha perna e fui subindo até chegar na calcinha toda molhada já... passou o dedo pegando o mel da minha buceta e falando... que bela puta em, toda melada louca pra da... massageando a buceta por cima da calcinha e enchendo o dedo e mel e colocando na minha boca... puxo a calcinha jogando ela longe e começou a brincar com a minha buceta....

Homens, sério! Se vocês chuparem uma mulher bem e fazer ela gozar, garanto que vocês terão um sexo de outro nível! Mas ele me deu um banho de língua, mas um show de chupada que eu gritava loucamente! Ecoava pela casa meus gemidos enquanto ele chupava e brincava com minha buceta e apertava meus peitos! Gozei mais de 5 vezes nessa trepada fácil!! quando uma só vi aquela pica deliciosa se ajeitando na minha buceta melada e começo a meter.....

Só escutava a batida do vai e vem! Ele metendo igual um maquina, eu com as pernas entrelaças no quadril dele pra entra com mais vontade e força! ele olhava pra minha cara e dava uns tapas em mim dizendo! Pede puta! Pede rola! eu falava alto! vai come tua puta! me bate! eu estava tão louca dando que já tinha gozado mais umas 2 vezes nessa brincadeira que durou mais de 2 horas! Ali na sala me comeu por tudo! até escorava na janela e batendo sem dó na minha bunda! Me comeu na sala, na escada na garagem no lado de fora da casa perto da piscina e até na cozinha, me debruço na mesa e fez sem dó!

Depois de gozar umas 3 vezes a gente foi tomar um banho, já tinha transado por umas 4 horas +- e ele tinha gozado todas na minha cara e não tinha me deixado limpar a porra em nenhuma delas. Mas vi que enquanto estávamos no banho ele saiu rápido do banheiro e ficou lá fora um pouco, voltou pra dentro com 2 pares de algemas e um cassetete... entrou no banho já me beijando de novo e esfregando a rola em mim e disse... vamos brincar de verdade agora... botando o dedo no meu cu... to louco pra meter nesse cuzao guloso...

Me virou de costas em algemou minhas mãos pra trás, me tirando do chuveiro toda molhada me jogo na cama de costas com a bunda pra cima, deu um tapa e mandou eu empinar e abrir pra ele! obedeci, e ele já veio me chupando toda de novo, me fazendo gozar naquela posição mesmo... passando a língua no meu cu quando começou a enfiar os dedos, 1 2 3 de repente senti algo diferente roçando minha bunda... olhei ele com o cassetete... chego na entrada do cu e foi enfiando bem de leve enquanto me chupava e eu gritava de tesao e dor!! ficou brincando comigo nessa posição ate eu gozar de novo! tiro o cassetete do cu, me levou até o portão que da acesso a piscina, me algemou com as mãos pra cima e com as pernas afastadas, deixando a bunda empinada ajeitou o pau na entrada do cu e foi enfiando até a base! quando senti que entrou tudo, ele pegou forte na minha cintura e ai bombou, mas bombou tipo cena de pornô, escutava a batida na minha bunda a cada enfiada que ele dava, comecei a gritar lá fora, ele na hora tapou minha boca e eu sem reação alguma toda aberta e algemada fui totalmente arrombada até ele não aguenta mais e gozar tudo dentro do meu cu! Uma mistura de tesão e dor na hora que ele paro, sentia a porra escorrendo do cu pelas coxas, quando ele solto as algemas cheguei a cair no chão, as pernas estavam bambas... ele teve que me levar pra dentro.

Me deu um banho pra eu me recompor. tive que pegar o carro e ainda levar ele até umas 2 quadras da delegacia. chegando lá perto ele disse, pode ficar tranquila, esse é nosso segredinho, ninguém nunca vai saber disso e pode ir embora, trato é trato, a eu amei comer teu cu! era meu sonho comer o cu de uma rabuda puta igual você! hahahahahah! Saiu do carro e fui em direção a delegacia!

Só pensei em ir pra casa quando olhei pro relógio, 7 da manha! Tive que ir direto pra fazenda! Braços doloridos de ficar algemada, perna mole e o cuzao então, meu deus, parecia um túnel de tão arrombado que estava. Cheguei na fazenda meu pai já estava acordado e só pergunto: Oi filha, deu tudo certo? não tinha blitz né? haushuahsuasahushauhsuahsuahsauhsauhsau... não pai, tudo certinho só vou deitar agora pq durmi meio mal e to bem cansada...





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.