"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Grande e gostoso


autor: odeflor
publicado em: 16/09/17
categoria: aventura
leituras: 1699
ver notas
Fonte: maior > menor


Enfim o grande dia chegou estava nervosa afinal seria a primeira vez com ele se fosse tudo aquilo que falaram eu ia passar por maus pedaços.

Me preparei toda depilei fui ao cabeleireiro a manicure pedi dinheiro ao meu marido, depois da aula deixei minha filha na casa de uma amiguinha. Coloquei um vestido solto um sutiã que valorizava meus seios uma calcinha fio dental, sandália salto alto perfume batom.

Vi ele pelas fotos que trocamos no computador, era um rapaz jovem de pele negra igual a minha alto forte cheio de musculo confesso que quando o vi pessoalmente fiquei impressionada, era melhor, estava me esperando no local marcado sai do carro nos olhamos cumprimentamos com um beijinho no rosto que homem cheiroso. A primeira vista era simpático me convidou para tomar um suco ali perto deixei o carro e fomos a pé, contou um pouco da sua vida me disse que tinha 19 anos estava no quartel que seu amigo (meu vizinho) falou muito bem de min disse que eu era uma mulher educada bonita cheirosa e gostava de sexo elogiou meu corpo minha beleza e queria me conhecer melhor detalhes da minha vida.

Seu amigo me elogiou muito disse que sou uma mulher muito gostosa sabe fazer um homem feliz na cama gozar gostoso, ele adora meus seios minha pele e queria estar aqui neste momento não deixei queria sentir todo esse homem sozinho para ver se era verdade.

Não falei nada fiquei só ouvindo afinal propaganda é a alma do negocio estava nervosa era um encontro casual uma aventura e nada mais, não queria deixar lembranças estava afim de um encontro uma tara e nada mais, coisa sem importância que ia se realizar naquela tarde.

Expliquei que era bem casada, amava meu marido, tinha uma filha e que aquilo era somente uma aventura, não poderíamos ficar nos relacionando depois disso. Conversamos tomamos o suco ele pagou levantamos e fomos para o carro, ele entrou nem conversamos já fomos direto para um motel o melhor da cidade afinal aquela tarde ia ser inesquecível.

No caminho passou a mão na minha coxa direita e de vez em quando na minha xana como estava de vestido ficava fácil para suas investidas. Isso estava me deixando louca aquela mão enorme na minha coxa estava atrapalhando até eu dirigir, pedi para ele parar que eu ia acabar batendo o carro. Chegando no motel passamos pela portaria e fomos para o quarto, estava até suando frio de tanto tesão ou medo expectativa sei lá, entrei no box ele sai do carro abaixa o toldo depois vem em minha direção abre a porta do carro me pega pela mão e me convida para sair. Que cavalheiro, saio me abraça forte e começa a me beijar.

Aperta meu corpo em direção ao seu começa a sentir sua força seu membro encosta na minha coxa já estava duro e percebo também que não é pequeno me leva até a parede e ali ficamos por uns 10 minutos nos beijando nos acariciando. Depois paramos e resolvemos entrar no quarto quando estou caminhando em direção a porta ele me pega pelo colo e me carrega falando assim

Ele – Princesa esta bom assim, você merece isso e muito mais, quero te dar prazer hoje como nunca recebeu.

Fico me sentindo uma princesa mesmo sendo carregada por aquele homem, dentro do quarto continuamos os amasso, ele como sempre cavalheiro liga o som o ar condicionado, vem tira minha sandália e começa a alisar minhas pernas beijar meus pés fico imóvel só recebendo aqueles carinhos.

Sua mão sobe até minha calcinha por baixo do vestido, já estou com tesão sinto seu dedo na minha buceta por cima da calcinha ele percebe a quentura dela e fala.

Ele – Olha que delicia já esta toda molhada, querendo ser chupada penetrada.

Peço para ele parar começa a vir a realidade na minha cabeça que estou fazendo, meu marido trabalhando e eu com um jovem no motel preste a fazer sexo com ele se entregar e sabe mais o que.

Ele se levanta tira a camisa depois a calça percebo o volume dentro da cueca e começa a ficar mais preocupada ainda e com pena da minha bucetinha aquilo ia fazer um estrago, nunca tinha transado com um homem com membro desse tamanho imagina duro dentro de min. Mas o tesão falou mais alto, já estava ali mesmo e aquele homem na minha frente esqueci de tudo e fui brincar com aquilo por cima da cueca, passo a mão dou pequenas mordidas beijos.

Ele geme ao sentir minha caricias depois me levanta ajuda a tirar meu vestido, fico de calcinha e sutiã na frente dele.

Ele – Que mulher gostosa que corpo lindo que pele lisa, o corno é um homem de sorte ter uma mulher dessas, meu pau já esta doendo dentro da cueca vem tira ele para fora, dá liberdade a ele.

Abaixei tirei sua cueca, nossa que coisa linda ver aquele pinto duro empinado cabeçudo fora da cueca já bateu no meu rosto, ele deu risada e fez movimentos para lá para cá para bater novamente até eu me levantar e beijar sua boca. Como estava de calcinha ele não conseguiu me penetrar ficou roçando na entrada no vão das coxas, o beijo ficou melhor com mais tesão.

Tirou meu sutiã beijou meus seios apertou mordeu os bicos eu já estava louca coloquei a cabeça para trás e me entreguei aos carinhos dele.

Ele – Gostosa minha negra que seios lindo hoje eu quero me acabar neles, deixa eu gozar dentro da sua buceta, nunca gozei dentro de uma mulher, nesse aspecto ainda sou virgem.

Com ele falando não meu ouvido e o tesão não pude falar outra a não ser.

Eu- Pode, mas não me machuque com esse pinto.

Com uma das mão ele tirou minha calcinha passou a mão na minha buceta percebeu que estava toda depilada e molhadinha de tesão que já estava louca para ser penetrada por aquele pinto.

Apesar do tamanho ele sabia como usar aquela ferramenta, me colocou deitada na cama beijou meu corpo todo, colocou de bruços beijou minha bunda, minhas coxas depois virou novamente acariciou minha buceta ficou pincelando na portinha e enfiando a cabeça grande eu tensa com medo de ser machucada mas deixando o tesão falar mais alto, entrou a cabeça depois o resto aos poucos sentindo aquilo me preencher com tesão com dor e pedindo mais.

Eu fiquei toda aberta na cama e ele em cima de min socando tudo aquilo dentro da minha bucetinha, me pegando de frango assado, tenho o meu primeiro orgasmo de repente parou deu uma última socada até o fundo gemeu e senti meu útero banhado e toda preenchida muita porra, ele ficou deitado em cima de min chupando meu seios e falando no meu ouvido.

Ele- Que tesão, mulher gostosa primeira vez que gozo dentro de uma buceta, que maravilha. Você e muita gostosa não canso de falar, olha que seios gostosos quero voltar a ser criança para pode chupar eles.

Quando ele sai de cima e tira seu pinto de dentro, levo a mão e percebo sair muita porra que cai no lençol, vejo aquele pinto mole ainda grande ele deita do meu lado me abraça.

Minha bucetinha esta anestesiada e toda suja com a porra daquele negão gostoso e falo para ele.

Eu- você gozou mesmo dentro seu cachorro acabou com ela agora esta toda aberta e suja e quem vai assumir o baby.

Me chamou de vagabunda vaca coisa que gosto entre quatro paredes e disse que o corno assumiria a parte dele era somente comer e riu mas que “fdp”. E assim rimos e logo partimos para o segundo round que foi ainda melhor me comeu de quatro minha bucetinha sofreu novamente, agora pedi para gozar no meu seios coisa que ele fez e me sujou toda até meu cabelo.

Queria meu rabinho não dei imagina aquilo lá dentro ia me machucar muito, aquele pinto não era para iniciantes e sim para profissional “risos”.

Foi uma delicia de tarde como tinha imaginado o cara sabia comer uma negra gostosa, também retribui a ele ensinando o que se deve fazer a uma mulher na cama, fiz uma chupeta gostosa deixei gozar dentro da minha boca, tomamos até champanhe no motel.

Cheguei em casa exausta parece que um trator tinha passado em cima de min, cheguei fui buscar minha filha na casa da sua amiguinha depois fui tomar um banho e ai pude ver o estrago daquele negrão na minha buceta ainda saia esperma e estava toda dolorida e inchada de tanto levar socada, depois do banho deitei no sofá quando meu marido chegou queria saber das novidades estava tão cansada que falei que amanha eu contava hoje estou cansada e quero descansar, dormir.

Aquele negão acabou comigo.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.