"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Ajudei a pagar a aposta


autor: odeflor
publicado em: 07/10/17
categoria: aventura
leituras: 1523
ver notas
Fonte: maior > menor


Amiga bem próxima parceira de varias aventuras juntas, agora vou relatar uma que aconteceu em um final de semana maravilhoso no litoral paulista.
Era dezembro aquele sol numa quinta feira ela me liga e convida para passar o final de semana no litoral casa dos pais dela, o convite era para ajudar a dar uma limpada na casa e depois aproveitar o sol no sábado e domingo, não tinha como não ajudar a amiga “risos”.

Perguntei se seu namorado iria também, ela me disse que não, tinha terminado e não queria saber de homem neste final de semana, ia curtir sozinha a liberdade.
Então sexta feira a tarde arrumamos as coisas e lá fomos nós, chegamos na casa por volta das 19hs e realmente estava uma bagunça o pessoal que tinha alugado a casa deixou daquele jeito, para aproveitar o sol no dia seguinte resolvemos começar a noite mesmo trabalhamos até quase meia noite ficamos exausta quase conseguimos limpar tudo. No outro dia logo pela manha após o café já estávamos prontinha para ir a praia a casa era próxima não tínhamos dificuldade de ir.

Colocamos nossos biquínis maravilhosos e lá fomos nós, quando estávamos voltando da praia já quase no horário do almoço imagina quem encontramos, seu namorado com um amigo, ela fez que não viu mas não adiantou ele aproximou e falou com a gente puxou conversa com ela dizendo como estava bonita gostosa blá blá e ficaram conversando eu aproveitei e fui embora para casa não tinha nada para fazer ali.

Depois de uma hora quase ela chegou toda alegre me disse que tinha voltado com ele e a noite íamos sair todos juntos ir a um barzinho, achei estranho para quem disse que não queria homem volta com o ex, mas como não tenho nada a ver e estava com ela resolvi acatar a sua decisão e assim almoçamos e voltamos para a faxina.

Acabamos a faxina a tarde tomamos um banho nos perfumamos arrumamos colocando aquelas roupas bem sexy e esperamos o seu namorado chegar para nos pegar e assim sairmos ele chegou logo e não estava sozinho veio junto um amigo e assim fomos. Chegando no bar música ao vivo cervejas porções e logo já estamos altinha o amigo dava em cima de min me elogiava até dançamos, era um gato mas não rolou não era meu tipo e eu não estava afim dele queria ficar sozinha naquele final de semana.

Lá pela 22hs resolvemos ir embora me deixaram na casa e saíram os dois de carro acho que iam dar uma esticadinha na noite o amigo dele ficou não bar com outros rapazes.
Na casa fiquei assistindo TV como estava um pouco alta resolvi dormi e logo apaguei não vi mais nada.
No outro dia acordei não vi minha amiga na cama ao lado e como a casa tinha vários quartos resolvi dar uma olhada nos outros para ver se ela não tinha dormido com o namorado em outro quarto.

A assim que abri a porta de um deles lá estava eles dormindo totalmente pelados agarradinhos fiquei até com tesão, pude ver o corpo dos dois uma coisa linda o dele todo sarado com aquele pinto mole caído grande que minha amiga sempre fala bem, ela diz que ele sabia comer uma mulher direitinho gostava de sentir aquilo tudo dentro dela, deu até vontade de tirar foto para ver depois mas resolvi sair dali.

Apesar do tesão fechei a porta e fui fazer o café para tomar, quando estava tomando eles chegam na cozinha totalmente nus fiquei impressionada com a cara de paus dos dois e finjo que estava tudo bem.

Percebo que os dois estão de brincadeira ela começa a passar a não no corpo dele, ele beija seus seios fico meio sem jeito e continuo tomando meu café, não demora ele vem do meu lado encosta em min e esfrega aquele pinto no meu ombro, ela da risada e fala.

Amiga - Amiga fiz uma aposta ontem com meu gato aqui e perdi, sabe qual era a aposta. . . . Nossos times estavam jogando se o dele ganhasse íamos fazer sexo a três eu ele e quem ele escolhesse. O time dele ganhou pensei que ele fosse escolher seu amigo mas ele escolheu você agora tenho que pagar a aposta. Se eu ganhasse ia escolher seu amigo para levar no motel.

Não entendi nada uma pessoa aposta uma coisa que não depende dela, fiquei pensando e falei.

Eu - Mas você apostou coisas que não te pertence, agora não vai conseguir para a aposta, pensei que era uma menina comportada nunca falou disso comigo, eu não vou ajudar a você pagar essa aposta, quer transar transa com o amigo dele, eu não quero.

Ela deu risada sentou do meu lado na mesa e continuou falando.

Amiga - Olha ele acha você uma gata e quer ver você toda nua junto comigo nos beijando e quem sabe transar com as duas, amiga eu não vejo problema melhor você do que outra. E tem mais ele transa gostoso você vai adorar, aquele pinto faz miséria, não conto para ninguém o que vai acontecer aqui.

Amiga - Vai amiga, vai amiga, ele quer chupar sua buceta e a minha também.

Nisso ela agarrou seu pênis e já começou a masturbar logo deu sinal de vida já ficou duro, ela abaixou e começou a fazer uma chupeta eu ficava olhando e vendo a cara de pau dos dois e a agilidade da minha amiga com aquilo.

Levantei e fui para o quarto não queria participar daquilo, do quarto começo a ouvir gemidos risadas e pensei a coisa esta pegando fogo.

Os dois saíram da cozinha e vieram para a sala mais próximo de min acho que para provocar mesmo, começo a ouvir os beijos os gemidos vai me dando um tesão um calor que não resisto abro a porta do quarto e vejo os dois deitados no sofá.

Não resisto e resolvi entrar na brincadeira, fui ao encontro dos dois tirei minha camiseta como não estava de sutiã meu seios já ficou a mostra pronto para aquele macho que logo agarrou um deles e começou a chupar o outro minha amiga chupava também que delicia adoro ser chupada nos seios. Logo minha amiga solta meus seios abaixa e começa a chupar as bolas dele junto com seu pinto o sofá era desconfortável levantamos e fomos para a cama eu já estava louca de tesão e toda molhada queria logo sentir aquilo dentro de min me preenchendo fazendo de mulher.

Ele entra no quarto deita na cama de barriga para cima, ela coloca a buceta no seu rosto e fica esfregando eu tenho a visão daquele pinto duro na minha frente querendo uma buceta não resisto chego minha buceta perto e começo a passar a portinha na cabeça logo forço para entrar até a hora que sinto ele todinho dentro da minha perseguida preenchendo tudo o gemido toma conta daquela casa eu rebolava para sentir melhor aquilo no fundo o tesão era tanto que não me preocupei com camisinha e não tomava anticoncepcional minha amiga não sei.

Naquela posição ela sendo fodida pela sua língua dele eu sentada no seu pinto estava uma delicia passava a mão nas suas coxas nas costas da minha amiga e de repente percebo a cabeça do seu pau inchando dentro da minha bucetinha acho que ia gozar tentei me levantar não deu tempo o danado já tinha gozado dentro dela, minha amiga nem percebeu só eu mesmo e ele, como já tinha feito o que não devia e eu estava ainda com tesão continuei sentada em cima e rebolando e ele gemendo, minha buceta estava toda melecada da sua porra do meus líquidos sujou sua coxa o lençol.

Quando sai de cima vi a quantidade de liquido, esperma e líquidos da minha buceta estava tudo no lençol molhado. Minha buceta ainda pegava fogo me levantei e fui ao banheiro me limpar.

Depois troquei de lugar com minha amiga, agora ele ia chupar sua porra, minha amiga tentou sentar no seu pinto mas estava mole então ela começou uma chupeta até acordar novamente.

Fiquei louca sentindo aquele homem me chupando gozei pela primeira vez com sua língua.

Minha amiga sentou em cima dele e assim ficamos até mudarmos de posição novamente, depois ele me pegou de quatro com minha amiga chupando meus seios.

Foi uma delicia, trocamos varias vezes as posições chupei os seios dela durinho bicudo do jeito que os homens gosta, logo ela reclamou que ele tinha gozado dentro dela, nem falei nada que a primeira porra foi minha e assim ficamos a parte da manha todinha naquela loucura nem café da manhã eles tomaram.

Fiquei com as pernas mole sai dai fomos tomar um banho e depois comer algo. A tarde nem sai de casa e nem faxinas fizemos, aquele cara comeu direitinho as duas eu gozei umas 3 vezes com sua língua e com seu pinto.

Fiquei com medo de engravidar, vai que estava nos meus dias fértil, mas deu tudo certo. Nem comentei nada com minha amiga.

Como foi uma delicia resolvemos marcar outro encontro desses, só que agora no motel na nossa cidade.
Odeflor- (conto clímax), proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.