"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha Festa de Formatura


autor: LAraujo
publicado em: 02/01/16
categoria: virgindade
leituras: 10728
ver notas
Fonte: maior > menor


Depois de um ano de estudos intensos, estresses e alguns dias de desânimo, finalmente chegou o dia da formatura do nono ano da minha escola e eu estava muito feliz em estar me formando.
Com certeza, eu estava sendo motivo de orgulho para os meus pais, que me apoiaram tanto durante essa longa caminhada, com muita insistência, pois eu nunca fui muito fã de estudar. Mas, essa formatura tinha dois lados: Um triste, e um outro feliz. O lado triste, era por meus pais não poderem comparecer na festa, pois eles trabalham juntos, administrando uma empresa, e tiveram que viajar às pressas pro Rio Grande do Sul, para fechar um negócio muito grande. Era uma oportunidade única e eu aceitei e pedi que eles fossem. Por mais que meu momento estivesse sendo muito importante, eu sabia da importância que teria aquela viagem, pelos anos que eles vêm lutando pelo crescimento do negócio deles e, chegarem ao auge daquilo, estava me deixando muito feliz.
Já o lado feliz, foi que eu pude convidar minha tia Roberta pra me acompanhar na festa de formatura. Ela é super liberal ! Tem 30 anos, mora sozinha, adora uma festa e em tudo que meus pais me travam, ela me aconselha a fazer, mas com consciência. Sempre que saímos juntas, causamos ! Tem gente que chega até a achar, que ela é minha irmã !
Apesar de ter apenas 17 anos, já tenho um corpo bem desenvolvido e que rende algumas cantadas. Tenho os seios bem redondinhos, durinhos e empinadinhos, as coxas grossas e um bumbum grande, duro e empinado. E tia Beta, apesar dos seus 30 anos, é um mulherão ! Linda, do sorriso lindo, tem uns peitos lindos, bem empinadinhos, mó pernão e mó bundão empinado. Quando estamos juntas, é sinal de diversão na certa ! Ela me acompanha nas danças, eu a acompanho nas bebidas e ela me acompanha nas paqueras. E como acompanha ! Minha tia só pega homem gato e maravilhoso..Alguns até mais novos do que ela ! O bom de sair com ela, é que eu sempre fico à vontade pra fazer o que eu quiser, que no fim das contas, ela sempre confirma pros meus pais que eu me comportei, que eu fui uma boa moça...
Pois bem, no dia da festa da minha formatura, eu fui me arrumar na casa dela, pois o clube onde seria, ficava perto e eu também já tinha combinado que dormiria por la mesmo. Por volta das 20:30, saímos de casa, lindas e maravilhosas. Tia Beta estava linda, por dentro de um vestido estampado, curto, bem colado ao corpo, valorizando suas lindas curvas, e em cima de um belo salto alto. Já eu, coloquei um corselet do tipo tomara que caia, bem apertadinho, fazendo com que eu ficasse com um generoso decote, uma sainha preta, rodada, um pouco curta e um belo salto também. Um fato curioso, foi que, não sei porque, eu comprei uma calcinha bem pequena, preta, de rendinha, pra ir à festa.
Assim que chegamos no clube, escolhemos uma mesa, eu falei com algumas amigas minhas que já estavam por la, apresentei minha tia a elas, e fomos ao banheiro, ver como estávamos...Se a maquiagem estava no lugar, se a parte de trás de nossas roupas, estavam no lugar...Tia Beta, vendo que a parte de trás do corselet estava um pouco mais pra um lado do que pro outro, ajeitou, deu um tapa na minha bunda, seguido de um aperto, e me disse, olhando pelo espelho:
- Pronto. Divirta-se ! Você está linda...Hoje, a noite é sua !
Percebi, no olhar dela, um ar de malícia, do tipo: Você ta liberada pra fazer o que quiser, sobrinha...
- Obrigada, tia, mas eu quero que você aproveite também, tá bom?! Hoje, a noite é nossa !
Retribuí o tapa e a apertada naquela bunda enorme, e voltamos pra mesa. Antes de chegarmos nela, fotos com amigas, amigos, professores, e minha tia ali, sempre me ajudando, batendo todas as fotos, quase uma fotógrafa profissional. Por isso que, se tem alguém que eu digo que é muito meu fechamento, esse alguém é ela. Faz tudo por mim. Depois da sessão de fotos, conseguimos sentar e, enquanto o dj começava a esquentar a pista, começamos a beber, coisa que eu só faço quando estou com ela, ou sozinha.
E desce gelo ! Quando paramos pra beber juntas, ninguém segura. Nunca ficamos totalmente bêbadas, porém, ficamos bem mais alegres, animadas...Assanhadas...Pista bombando e, depois de alguns copos de cerveja, caímos na dança, sem deixar de beber quando o garçom passava pela pista. Na hora do funk, nos soltamos de vez. Rebolamos, fizemos quadradinho, sentamos, quicamos, deslizamos, fizemos tudo o que as músicas pediam. Estávamos afiadas, não parávamos de beber, de dançar, de rir...Estávamos nos divertindo bastante.
- Tia, vou no banheiro, tá...
- Tá bom, amor...Vou ficar aqui...
Assim que entrei no banheiro, encontrei a Thaís e a Vivi, tirando selfie no espelho. Juntei-me a elas e tiramos várias outras selfies...Elas também estavam bem alegres, bem animadas e bem assanhadas também, tanto que, em uma das selfies, a Thaís pediu pra gente ficar com os peitos pra fora !
- Ah gente, vamos...Hoje vale tudo !!
Tiramos. A foto ficou linda ! Thaís e Vivi, têm os seios lindos também, bem volumosos e bem empinados. E não parou por aí...
- Ah gente, vamos dar um beijo triplo ?! - Perguntou Thaís.
Vivi aceitou na hora ! E eu pensando comigo...Essa garotas enlouqueceram ! Mas confesso que eu estava gostando daquelas ideias e ficando super nervosa de, de repente, alguém entrar no banheiro. Por isso, fui rapidinho até a porta pra ver se alguém estaria vindo e, como não tinha ninguém vindo...
- Vamos gente...Rapidinho ! Tá vindo ninguém não...
Então, o beijo triplo aconteceu. Nossas línguas se tocando, nossos lábios em contato, nossos seios tocando um nos outros...Fiquei toda arrepiada ! Logo depois do beijo, que foi delicioso, guardamos nossos seios e, como a Vivi tinha gravado o beijo, ficamos vendo. Nossa ! Foi realmente lindo e eu adorei aquela minha primeira experiência com mulheres. Na mesma hora, pedi pra que ela passasse o vídeo e a foto pra mim. Vivi me passou, depois elas saíram do banheiro, e eu fui fazer o meu xixi.
Ao sair do banheiro, não avistei minha tia na pista de dança. Pronto. Já pensei logo que ela estivesse aprontando em algum canto daquele clube. Fiquei na pista dançando com a Thaís e a Vivi, quando de repente, a vi aos beijos com meu professor de Educação Física, o Bruno, famoso negro gato !
Bruno é um negão muito gato e gostoso. Tem 26 anos, mora em Ipanema, alto, forte, cabeça raspada...Todas as meninas da sala são loucas por ele, mas só Thaís e Vivi que conseguiram pegar, e isso, é um segredo do nosso trio, pois ele chamou as duas pra fazer um menáge na casa dele. Segundo elas, Bruno tem um troço enorme no meio das pernas, que no dia do tal menáge, as deixou de pernas bambas. Eu já tinha visto minha tia beijando ele, mas nem falei nada...Deixei ela curtir, quando de repente, a Thaís viu. Pegou no meu braço, apertando..
- Amiiiiga, olha la a safadinha da sua tia pegando o negro gato ! Ahhhh só de olhar ele apertando a bunda dela, eu me lembro de como ele me bateu naquele dia, noooossa !!
Ele realmente parecia ter uma pegada muito boa, porque ele apertava com vontade a bunda da minha tia e eu não conseguia mais desgrudar os olhos daquela cena. Eu viajava olhando e percebendo isso, Thaís me puxou repentinamente pro banheiro. Ao ver que não tinha ninguém la dentro, ela me encostou na pia, puxou meu corselet pra baixo, fazendo meus peitos pularem pra fora...Dei aquele gritinho de menina assustada e enquanto ela os apertava, ao mesmo tempo me beijava. Que fogo era aquele que ela estava ?! Só que, o beijo era tão gostoso, que eu retribuía. Nos beijávamos bem devagar, mole, bem gostoso...Nossa, que delícia ! A festa bombando la fora, e eu e Thaís nos beijando e nos excitando sem parar ! A adrenalina de alguém entrar de repente no banheiro e nos pegar, deixava-me tensa, mas Thaís, nem ligava.
Pois bem...Do nada, a recepcionista da festa entrou no banheiro, e nos pegou no flagra. Demos um grito de susto e eu fui logo tapando meus peitos com as mãos, até ajeitar meu corselet...
- Desculpa meninas...Podem ficar à vontade...
Depois de me ajeitar, apertei bem forte os peitos da Thaís e saí do banheiro. Minha tia já estava na pista, porém, com o negão atrás dela...
- Oii, professor !!! Cuida bem da minha tia Beta hein !!
- Pode deixar, loirinha...Vou cuidar !
Enquanto ele respondia, eu falava com minha tia...
- Tia, vamos no banheiro...Preciso te mostrar uma coisa que eu acabei de fazer...
- Tá bom...Ééé...Bruno, você me espera um minuto ? Vou ao banheiro com minha sobrinha...
- Espero sim, Roberta...
E saí puxando minha tia em direção ao banheiro. Lá dentro...
- Tia, olha isso !!!
E fui mostrando a selfie que eu tinha tirado com as meninas, com os peitos pra fora...Tia Beta se mostrava surpresa, mas sua expressão, era de quem estava aprovando aquela foto...
- Nossa !! Lindas ! Seios lindos e maravilhosos !!
Confesso que fiquei com muita vergonha...Nunca mina tia tinha feito um comentário daquele e eu também, nuna mostrei a ela, nada das minhas intimidades. Apenas contava...Mas, resolvi ir mais além...
- Obrigada, tia...Mas olha isso aqui...
Mostrei o vídeo. Tia Beta não piscava e nem desgrudava os olhos do vídeo...
- Amooor, você beijou as meninas ??
- Sim, tia...Beijei...E foi muito gostoso...Adorei a experiência !
- Ainnn meu Deus...peraí...
Tia Beta foi até a porta e voltou:
- Amor, eu sou louca pra experimentar o beijo de uma mulher...Você pode me ajudar ? Aproveita que ja estamos no clima, tem ninguém aqui no banheiro...
- Claro tia, vem ca...
Passei minha mão nos cabelos dela, fui chegando mais perto, coloquei minha mão em sua nuca e beijei-a ! Nossa ! Minha tia tremia dos pés à cabeça, sua respiração estava super rápida ! Nossos seios se encostavam e mesmo cobertos, eu me excitava de tal forma, que meus biquinhos ficaram super durinhos. O beijo foi ficando intenso, rápido, firme...Tia Beta apertava minha bunda e eu a dela e, no auge do beijo, eu não me aguentei: Parei de beijá-la e deu um gemido muito gostoso, prazeroso...
- Aiinnn tia Betaaaaa...
Ela beijava meu pescoço e naquele exato momento, senti minha calcinha toda molhada..
- Aiiin que loucura amooor !! Que gostoso !! Titia vai ficar mal acostumada !
- Uau, tia Beta...Que beijo gostoso !! Vem cá !
E dei-lhe um outro beijo, dessa vez bem mais quente do que o primeiro ! Depois disso, olhamos bem uma nos olhos da outra, e eu fui percebendo que eu estava apaixonada pela minha tia...
- Tia, tô apaixonada pelo seu beijo !
- Eu também, meu amor...Tô apaixonada por você !
Pronto ! Eu já imaginava como seria aquela madrugada. Sozinhas na casa dela, apaixonadas...Mais coisas novas viriam por aí...
Voltamos pra pista. Tia Beta, foi logo indo na direção do negão, dançando...Chegando la, virou de costas pra ele, e começou a esfregar a bunda nele...Minha tia estava com um fogo incontrolável...
Enquanto a festa rolava, eu fui no banheiro beijar a Thaís mais algumas vezes e minha tia se acabava de dançar, de beijar e de se esfregar no meu professor negão. Pelo que eu conhecia dela, aquilo iria se estender até a casa dela, mas e eu ? Já comecei a pensar que duas novidades aconteceriam naquela madrugada comigo: A primeira, seria transar com uma mulher e a segunda, seria perder a minha virgindade pro meu professor de Educação física, já que minha tia, não me deixaria de fora da brincadeira com certeza.
Por volta de 01:00 da manhã, minha tia me chamou pra ir embora. Como eu estava louca pra ir embora e ver o que iria acontecer, eu disse que tudo bem, mas antes...
- Tia, deixa eu ir no banheiro rapidinho...
- Ahhh eu também vou..Peraí Bruno, rapidinho...
Mesmo sabendo que minha tia estava vindo, eu puxei a Thaís e a carreguei até o banheiro. Já entrei beijando-a, apertando sua bunda, colocando nossos seios pra fora e fui caindo de boca. Eu chupava aqueles seios com vontade, Thaís gemia e assim que minha tia entrou no banheiro, e viu aquilo, arrumou um jeitinho e começou a chupar os meus. Nossa, fiquei todinha arrepiada ! Que boquinha deliciosa que minha tia Beta tinha ! Apesar daquilo tudo estar muito gostoso, não podíamos demorar, pois alguém poderia nos ver. Então, demos um beijo triplo, e saímos do banheiro. Fui me despedindo das minhas amigas, minha tia chamou o Bruno, e fomos.
Se fôssemos sozinhas, óbvio que iríamos de táxi, mas como meu professor estava de carro, óbvio que ele nos ofereceu uma carona. Claro que minha tia aceitou e assim que entramos no carro, ela se virou pra mim, e disse:
- Amor, Bruno vai dormir com a gente hoje, tudo bem ?
- Tudo bem tia...Tem importância não...
Em cinco minutos, estávamos em casa. Assim que entramos, eu pedi:
- Tia, posso tomar banho primeiro ? Tô toda suada, louca pra tomar um banho...
- Vai la amor...Pode sim...
Entrei no banheiro e nem fechei a porta. Fui deixando a sandália pelo caminho e dentro do banheiro, tirei minha saia, meu corselet e deixei pelo chão mesmo. Que alívio, aquele chuveiro com água geladinha ! Observando minha calcinha no chão, pude ver o quanto ela estava molhada.
Após o banho, percebi que não tinha levado nada pro banheiro. Nem roupa, nem toalha...
- Oh tiia...Pega uma toalha pra mim, por favor...
- Oi amor...Pode sair..Estamos no quarto e eu deixei a toalha no sofá...Pode sair e pegar...
Então, eu saí, toda molhadinha e peladinha, bem à vontade, pela sala. Peguei a toalha, fui me enxugando e enquanto isso, fui ouvindo alguns gemidos, que pareciam ser do Bruno...Enrolei-me na toalha e ao chegar na porta do quarto, aberta, minha tia Beta estava de calcinha, soutien e salto, agachada, chupando o pau do meu professor. E que pau !!! Apesar de nunca ter transado, eu sempre segurava o pau dos garotos que eu saía...Nenhum, era maior do que o do meu professor ! Era gigante, grosso, parecia uma pedra...Minha tia chupava tudo e parecia chupar bem gostoso, pois Bruno se contorcia de tanto prazer.
Depois de tanto chupar, ela percebeu que eu estava ali, observando aquilo tudo. Bruno ficou super sem graça, e foi logo guardando o pau, mas rapidamente, minha tia disse:
- Não ! Acho que ela quer participar também, e como estamos sozinhos aqui, acho que vai ser bem gostoso, brincarmos nós três essa noite, o que acham ?
Bruno parecia não acreditar no que estava prestes a acontecer ali, naquele quarto, naquela casa. O negão do pau grandão, que pegaria a tia trintona, e a sobrinha novinha, ao mesmo tempo. Na verdade, nem eu estava acreditando que a minha primeira transa, seria um menáge à trois
- Eu topo !
E deixei minha toalha cair propositalmente, deixando meus lindos seios e minha bucetinha lisinha e rosinha à mostra.
- Mas Bruno..Vai com calma...É a primeira vez da minha sobrinha linda...
Eu não sabia nem por onde começar, mas minha tia me ajudou.
- Amor, deita na cama, deita...
Enquanto eu me deitava, minha tia tirava a calcinha, o soutien, ficando peladinha, e subia em cima da cama junto comigo. Ao me deitar, Bruno foi abrindo bem devagar minhas pernas...
- Tia, ele vai meter já ??? É muito grande, tia, vai doer !
- Calma, amor...Vai não...Ele sabe o que fazer e não vai meter agora. Fica tranquila que a gente vai cuidar de você, tá bom amor ? Agora, chupa a bucetinha da titia, vai...Assim, ó...
Tia Beta foi sentando literalmente na minha boca. Sua bucetinha, era bem carnudinha, um pouco exagerada...Lisinha, rosadinha também...Ela esfregava o grelinho na minha boca e eu passava linguinha me deliciando com aquele gosto maravilhoso, apertando aquela bunda gostosa...Enquanto isso, eu sentia a língua do Bruno entrando e passeando dentro da minha bucetinha e foi aí que eu comecei a ficar louca e a desejar fazer tudo o que sexo pode nos dar. Eu não sabia se gemia ou se chupava minha tia. Bruno devorava minha buceta com a boca e, como isso me dava muito tesão, eu passei a chupar minha tia com muito mais vontade. Tia Beta não parava de esfregar sua buceta na minha boca, puxando meus cabelos...
- Isso ! Chupa sua vadia ! Chupa minha putinha linda ! Chupa a buceta da titia vaaai...
Não sei porque, mas me dava um calor por dentro, um fogo, quando ela me chamava de putinha...E o Bruno ? Que boca deliciosa ! Eu me contorcia toda enquanto ele me chupava e ao sentir aquele líquido delicioso, saindo intensamente da buceta da minha tia, eu não me contive: Liberei tudinho que estava prestes a sair da minha buceta, e gozei horrores na boquinha do negão, que mesmo engolindo tudinho, continuou me chupando, deixando meu corpo trêmulo, arrepiado...
Eu queria mais ! Nossa noite estava só começando...Logo que minha tia saiu de cima de mim, o Bruno já estava chegando com aquele cacetão enorme pertinho da minha boca...
- Uaaaauuu professooor ! Que coisa enooormee !! Aii, peraí...Devagar...tô nervosa...
Segurei bem devagar aquele pauzão todo, depois fiquei alisando e agitando, bem suave e depois, por partes, fui colocando ele bem devagar na minha boquinha. Primeiro, aquele cabeção enorme...Depois, ele foi empurrando devagar e aquele troço foi entrando, entrando...Era tão grosso, que eu tinha que abrir minha boca no máximo, pra poder ir entrando bem. Assim que foi tudinho, a cabeçona bateu na minha garganta e eu me engasguei toda...Tirei rapidinho da minha boca, com a respiração ofegante, babando...Que delícia ! Abri minha boca novamente, e abocanhei tudo, fazendo um boquete bem gostoso pro meu professor negão !
Sem ficar de fora, minha tia foi logo abrindo minhas pernas e chupando a minha buceta...Que mulher ! O Bruno, chupou muito gostoso, mas minha tia....Parecia uma profissional ! Sua língua tocava em uns pontos, que me deixavam arrepiada, trêmula, com uma vontade louca de gritar...Só não fazia isso, porque não queria tirar, de jeito nenhum, aquele pau da minha boca...E como eu chupava ! Muito, com gosto, com vontade...Nosso negão urrava de tesão e ele enfiava na minha boca, como se estivesse enfiando em uma buceta...Por isso, fiz minha tia Beta sentir todo o meu gostinho, em uma gozada deliciosa, em que eu joguei tudinho dentro daquela boquinha mágica. Logo assim que gozei, tia Beta veio na minha direção, segurou no pau do Bruno, tirou lentamente da minha boca, e me beijou, com a boquinha toda lambuzada ! Adorei sentir meu gostinho, que estava na boquinha dela...
Depois dessa sessão de chupadas deliciosas, minha tia continuou me beijando, enquanto meu professor ficou em pé na beira da cama. Ele pegou nas minhas pernas, e me puxou até eu chegar bem pertinho dele, com a minha bunda na pontinha da cama. Abriu bem minhas pernas, e começou a passar aquela cabeçona na minha buceta. Fui à loucura ! Mesmo sem ele ter metido, eu já gritava de tesão, já gemia de tesão...
- Bruno, devagar com a minha sobrinha, por favor !
- Isso, professor...Devagar...Mas mete logo, vaaaiii, que delíciaaaa !
Ele foi cumprindo direitinho as nossas ordens. Foi enfiando bem devagar e, mesmo assim, ainda doía, porque o pau dele, estava muito grosso. Eu sentia minha buceta se abrindo mais do que ela conseguia, eu acho...
- Aiiinnn ta doendoooo !! Ainnn tiaaaaaa ta doendooo !!
Tia Beta tratou logo de me acalmar. Começou a me beijar deliciosamente, do jeito que ela tinha me beijado na festa, e logo desceu com a boquinha pra chupar meus seios. Pronto. Fiquei super relaxada com aquela boca nos meus seios, que já sentia um mix de dor e prazer, enquanto o Bruno ia colocando. Ele tirou um pouco, pra eu poder respirar...
- Ainnn professor...Vai..Agora bota tudo, vai !
Obediente que só, ele foi colocando, e dessa vez, um pouco mais firme...Foi entrando, entrando, nada de dor...Entrando...Até que eu senti a cabeçona dele, batendo no meu útero ! Ótimo...Totalmente preenchida...Bruno urrava de tesão, de tão apertadinha que era minha bucetinha. Eu sentia todas as veias daquele pauzão, enquanto ele socava com força, com vontade, firme...Tia Beta vendo aquilo tudo, começou a se masturbar bem do meu ladinho, em cima da cama. Seus seios na direção da minha boca e eu não perdi a oportunidade: Comecei a chupá-los sem parar...As vezes, alternava entre chupadas e gritos, por cada pirocada que meu professor negão me dava...Eu sentia minha bucetinha gozando sem parar enquanto ele metia...Meu corpo se arrepiava, tremia, mas eu queria mais e mais e mais...Estava muito gostoso !
Enquanto Bruno me comia desesperadamente, e eu gritava loucamente, minha tia subiu em cima de mim, ficando de quatro pra ele, e disse:
- Vem negão...Também quero !! Enfia essa piroca preta na minha buceta vai...
Eu adorava esse jeito direto e reto da minha tia querer as coisas...Ficava louca ! Bruno tirou da minha buceta, e saiu enfiando igual um louco na minha tia, que gritava desesperada, chupava meus peitos, beijava minha boca...Que trepada deliciosa ! Enquanto nos beijávamos, ele intercalava as metidas...Na minha tia, em mim, na minha tia, em mim...
Depois de bastante tempo nessa posição, minha tia saiu de cima de mim. Imediatamente, eu me virei de quatro e disse:
- Ainnn professor...Também quero de quatro, vaii ! Come a tua novinha veeem...Enfia essa piroca gostosaaa !
Ele me deu uns tapas violentos na minha bunda, agarrou na minha cintura, e socou de uma vez só, tudo dentro de mim. Dei um gritinho de tesão e depois comecei a gemer, a sussurrar, a gritar, a pedir mais e mais...Minha tia deitadinha na cama, do meu ladinho e eu não perdi novamente a oportunidade de chupar aquela bucetinha deliciosa, toda melada...Com o gosto do pau do Bruno, estava mais deliciosa ainda !
Meu professor me comia muito gostoso...Minha buceta ardia, de tanta pirocada...Eu já tinha perdido as contas de quantas vezes tinha gozado no pau dele...Minha tia, com um tesão descontrolado...Minha primeira vez, não poderia ter sido melhor !
- Bruno, deixa a gente ir por cima ? - Perguntou tia Beta.
- Claro ! Vocês é quem mandam !
Bruno tirou da minha buceta, e se deitou na cama. Aquela piroca enorme, apontada pro alto, era um convite a cavalgar, mas minha tia estava tão louca, tão excitada, que foi mais rápida do que eu. Montou rapidamente no colo dele, e começou a fuder loucamente em cima dele. Pra não ficar de fora, dei minha bucetinha pro meu professor chupar bem gostoso. Fui sentando bem devagar na boquinha dele, e, de frente pra minha tia...Ainnn que delícia !! Eu, sentadinha na boca do Bruno, que me chupava, e ao mesmo tempo, comia minha tia, que estava sentadinha no pau dele. Por estarmos de frente, uma pra outra, nos beijávamos deliciosamente...Que loucura ! Depois, trocamos de posição...Eu sentei no pau no meu professor, e minha tia sentou na boquinha dele. Pronto ! Mais uma gozada ! Entrei em transe ! Acho que eram vários orgasmos de uma só vez, porque eu gozava mais do que das outras vezes, e muito intenso ! Chegava a escorrer pelas pernas dele, e eu delirava...Saí de mim !
Desabei na cama ! Meu corpo não respondia ao meu comando, minha buceta latejava e eu não parava de gozar, de gritar, de gemer...Minha tia me puxou, pra que eu ficasse sentada na cama, e me beijando, dizia:
- Eu te amo, minha putinha ! Eu te amo sobrinha ! Quero fuder com você sempre...
Eu estava no automático ! Respondia que também a amava, e beijava aquela boca deliciosa sem parar. Foi quando meu professor, encheu nosso beijo de goza ! Nossa, quanta goza !! Vários jatos no meio do nosso beijo, no nosso rosto, nos peitos, que se encostavam...Não parávamos de nos beijar, mesmo todas lambuzadas...Compartilhávamos aquela goza e depois de um tempo naquele beijo, caímos juntas na cama, abraçadas...Ela na cama, eu com a cabeça nos seus peitos, recebendo um carinho bem gostoso...
- Gente, eu preciso ir...
Não tínhamos forças pra levantar...Deixamos ele ir...E pegamos no sono. Acordamos às 12:00, com as marcas da noite passada nos nossos rostos...Demos um beijo de bom dia, levantamos, tomamos um banho...Minha tia preparou um super café...E eu passei aquele final de semana junto com ela. Foi o melhor da minha vida ! A partir daquele dia, eu não queria saber de outra coisa: Transar com negros e com mulheres. Principalmente a minha tia !




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.