"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Festa de Swing com os Pais


autor: bernard
publicado em: 13/02/16
categoria: hetero
leituras: 5804
ver notas
Fonte: maior > menor


Hoje eu vou contar uma historinha bem picante para vocês a pedido da Renata, uma assídua leitora dos meus contos eróticos. Os pais da Renata são adeptos do swing e como moram em uma casa espaçosa com belos jardins e piscina, sem que a filha soubesse, eles faziam festinhas com a presença de vários casais nos feriados que Renata saia para viajar. Eles até a incentivavam a viajar para poder realizar tranquilamente seus encontros de sacanagem, só que eles achavam que a Renata não sabia, mas ela sempre desconfiou disso e sempre desejou participar e esse desejo se tornou realidade no feriado de carnaval. Havia dito aos pais que ia viajar, mas não foi. Na sexta-feira, saiu de casa, mas do carro estacionando nas imediações pode perceber que lá por volta das vinte horas começaram a chegar muitos carros. Era comum nessas festinhas as pessoas usarem mascaras que tapavam todo o rosto, então Renata esperou um tempo colocou uma máscara entrou em casa sem problemas, como se fosse uma das tantas convidadas. Como eram muitos casais ela passou despercebida e entrou na festinha e se deparou com cenas de orgias que a fez ficar louca de tesão. Para todos os lados que se via havia casais transado. Os seus pais estavam em um canto da sala onde era mais escuro, fazendo sexo com parceiros diferentes: o pai fudendo uma loira bem safada com fartos peitos e a mãe com um homem alto que colocava a pica na boca dela até ela se engasgar. Aquilo a deixou muito excitada. Como a sala estava escura eles não a iam reconhecer. Então, nervosa, resolveu ir até seu pai, já que ela não podia ser reconhecida, não falou nada, ficou de joelhos e começou a mamar o cacete do seu pai, timidamente no início, aumentando a velocidade aos poucos, era muito gostoso, para ela, mamar a pica do seu pai naquelas condições sem que ele soubesse que ela era sua filha. Então ele começou a tocar na sua bucetinha, e como ela estava toda molhadinha com um melzinho escorrendo de tanto tesão que estava sentido, logo o sentiu lambendo sua xoxota com muito tesão enquanto era observada pela mãe que estando de quatro recebia na bunda a pica de um homem negro. O seu pai tinha uma boca super macia e uma barba que pinicava bem gostoso na buceta e no seu cuzinho. Ele mordia muito gostoso seu grelinho e a deixava louca de tesão enquanto um amigo dele colocava a pica dentro da sua boca e a fazia chupar igual uma puta no cio. Renata queria sentir aquela pica dentro da sua buceta e então ficou na posição frango assado e seu pai começou a fude-la. Foi umas das melhores sensações que ela já teve, ele me disse. Ele, o pai, a fodeu muito enquanto ela gritava gemia, esperneava louca de tesão, e gozou muito gostoso, e seu pai gozou em cima dos seus seios. Depois disso ela se limpou e saiu e até hoje seus pais não sabem quem era aquela ninfeta puta que deixou os homens e as mulheres com muito tesão. E Renata guarda na memória aquela noite maravilhosa e toca muita siririca relembrando a deliciosa pica do pai. Aliás, peladinha, ela estava se tocando enquanto contava essa historinha para eu escrever para vocês. Depois, como pagamento, me deixou chupa-la e metemos gostoso a noite inteira. Gostou? Se excitou? Dá uma nota então...e não deixe de ler a segunda parte desse conto. Se desejar podemos conversar sobre o assunto. Skype: bernard.zimmer3 ou e-mail. bernard3320@live.com ou WhatsApp: 11944517878




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.