"Os mais excitantes contos eróticos"

 

💋 Gostosa & Safada 💋


autor: JulianoGLopes
publicado em: 21/04/16
categoria: hetero
leituras: 4760
ver notas
Fonte: maior > menor


Eu, um Jovem de 23 anos, passei a morar sozinho em certo momento, pois meus pais se mudaram.
Mais meu tio ainda morava nos fundos da minha casa. Morava ele e uma das filhas dele, por lógica, minha prima.
Ele trabalhava até umas 19:00hrs. Minha prima até umas 18:00hrs. E eu estava "desocupado" no momento.

Mais, certo dia .. minha prima chegou mais cedo em casa, e como meu tio não estava, ela teve que entrar pela minha casa (pois era o único acesso aos fundos, onde ficava a casa deles).
Ela era muito atraente!. Tinha coxas grossas, cabelos pretos até o ombro, seios fartos, lábios carnudos e lindos olhos castanhos.

Confesso que era de dar tesão só em olhar!.
Mais então, nesse dia ela chegou cedo, e bateu a porta. Até ai tudo bem!. Entrou e foi pra casa dela, tudo normal.

O problema é que estava muito calor, e ela, aproveitando que tinha soltado cedo, foi tomar um banho de sol no pátio (entre a minha casa e a dela nos fundos).

Eu acabei vendo ela deitada, só de biquíni. Ela estava de bruços, com aquele bumbum empinado!.

Que tesão!.
O negócio é que ela achou que eu estava ocupado, e por isso, eu não iria nem passar perto dos fundos naquela tarde.

Então como estava muito calor, ela decidiu se depilar no pátio mesmo.
Mais bem nesse momento, eu fui no banheiro (que tinha janela para o pátio). E tive uma visão dos deuses!.

Aquela delícia estava tirando a calcinha de um jeito bem excitante. Mais não bastasse, acho que se empolgou, e tirou a parte de cima também, ficando completamente nua.

Eu já estava excitado com a cena, e comecei a me masturbar, enquanto espiava pela janela.
Mais me empolguei e acabei batendo em um baldo com o pé. Ela ouviu o barulho e olhou ligeiro, me vendo na janela.

E me chamou com voz de brava. Eu tinha que ir dar satisfações. O problema é que eu estava com meu pau duro, e ela acabou vendo o relevo do calção!.

Quando viu, ela começou a rir. E eu não entendi. Até que ela disse: "Que bonito né!? Me espiando e se masturbando"
E eu calado.
Ela continuou: "Vem cá, porque em vez de tu ficar se masturbando, tu não vem aqui e me fode!?"
Nessa hora deu um frio na barriga, e pensei que ela estava gozando com a minha cara. Mais ela repetiu: "Vai ficar com cara de babaca parado ai, ou vai vim aqui e fuder comigo!?"

Ainda meio em choque e achando que era me tira dela, que ela tava é tirando uma comigo, pois eu não esperava ouvir isso dela.
Então ela fala: "É o seguinte, eu cansei de ser trouxa, de ser certinha!. Peguei meu namorado com outra e decidi abandonar essa vida de certinha!. Hoje mesmo pedi demissão do meu serviço, vou arrumar um trabalho em uma boate, já até falei com umas pessoas. Deu de ser moça de família"
Ela continuou falando: "É assim que vai ser daqui pra frente!. E tu? Vai querer estrear essa minha nova fase ou não?"
Eu ouvindo tudo isso, nem disse nada, fui agarrando ela e beijando. Meu calção já tava dilatado de novo.
Ela já parou com os beijos e foi agachando, abaixou meu calção com a minha cueca junto, e já abocanhou meu pau com vontade. Que tesão!.
Ela chupava com muita vontade!. Que cena linda, ver aquela delícia agaichada, chupando meu pau bem gostoso.
Então, segurei os cabelos dela, e eu que fui fazendo movimentos, pra frente e pra trás, socando meu pau naquela boca pequena dela.
Soquei com tanta vontade, que ela me empurrou ligeiro pra trás, fazendo menção que ia vomitar.
Mais logo em seguida, mandou eu deitar na grama do patio!. Deitei, e ela agarrou meu pau e começou a chupar de novo. Que TESÃO!.

Em seguida, tirei a boca dela do meu pau ligeiro, afinal, quase gozei com aquela chupada. Ela deu uma risada.
E logo em seguida montou em cima de mim, e foi encaixando o meu pau naquele rabinho gostoso dela. Que delícia!. Era bem apertadinho, e enxarcou meu pau (pois ela estava bem molhada).
Ela mexia bem devagar, afinal, eu quase gozei com a chupada dela, meu pau ainda estava naquela "zona de perigo". Mais logo foi passando, e comecei a mexer também. Que gostoso!.

Ela notando que tinha passado o "perigo de gozar", começou a cavalgar com vontade.
Quase fui a loucura!. Ela cavalgando de frente pra mim, com aqueles peitos fartos balançando.
Então abocanhei um deles, suguei com muita vontade. Que delícia sentir aquele biquinho duro na minha boca. Chupei muito!.
Ela já gemia bem gostoso!. Dizendo: "Vai, vaaaai!. Fode minha bucetinha, foode!."

De repente ela levanta, sai de cima de mim, e se põe de quatro na grama do patio.
Que visão maravilhosa!.
Aquele rabão empinado, com o sol batendo lá, e iluminando aquela bucetinha!.

Fui logo socando meu pau naquela bucetinha rosada e bem molhada!.
Soquei com vontade, ela gemia de prazer!.
Quanto mais ela gemia, mais eu socava com força!.

Ela já estava suada por causa do calor!.
Que gostoso comer aquele rabo, ainda mais vendo aquela pele morena brilhando no sol!.

Ela com uma das mãos, começou a tocar seu clitóris. Foi ai que ela gemeu mais.
Vendo isso quase gozei, mais tirei meu pau ligeiro.
Ela notando, ficou de joelhos, e começou a me chupar de novo, bem devagar. Que boca quentinha e molhada!.

Depois de boas sugadas no meu pau, voltou a ficar de quatro. Abriu bem a bundinha com as mãos e disse: "Fode meu cuzinho"
Não hesitei, fui enfiando a cabeça do meu pau, que estava bem molhado por causa da chupada dela. E ela gemendo de prazer e dor!.
Parei e perguntei se ela já tinha feito anal. Ela disse que não, pois sempre foi muito certinha. Mais disse que era pra enfiar tudo!.

Nem pisquei, depois que a cabeça já tinha entrado, fui penetrando o resto do meu pau naquela bundinha!. Que DELÍCIA!.

Meu pau estava todo dentro daquele cuzinho, que apertava bem ele.
Ela disse pra socar com vontade!.
Não demorei nada. Na mesma hora comecei a fuder com vontade aquele cu.
E que cu gostoso!. Era apertadinho!.

Ela gritava de prazer e dor!. (Talvez algum vizinho tenha ouvido, mais os muros eram muito altos).
Ela dizia: "Vaaaai, arromba meu cuzinho!."
E eu socando com força!.
Eu estava de joelhos, mais decidi ficar de pé, com os joelhos meio dobrados, pra fuder com mais força e velocidade. Ela entendeu, e abriu mais as pernas. Assim, enquanto comia o cuzinho dela, minhas bolas batiam no rabinho!.
Que delícia!. Ela gemia muito. E eu socava com muita força!. Tirando a virgindade daquele cuzinho!.

Em berros ela chegava ao orgasmo!. E eu não pensei em parar!.
Socava cada vez mais rápido!. Alargando bem aquele cu apertado!.
Ela, molhadinha de suor, gemia quase chorando de dor!.
Aquele cuzinho estava sendo completamente arrombado!.
Meu pau entrava e saia daquele cu delicioso!.
Arrombando todas as pregas!.
Ela gritava naquele pátio, de quatro, tendo o cuzinho bem fundido pela primeira vez!.
Aquela jovem certinha, tinha virado uma safada!.
Soquei até não aguentar, e gozei dentro daquele cuzinho!. Um leite bem quentinho naquele rabão!.
Que tesão!.

Logo após, combinamos em não dizer nada pra ninguém!.
E a noite, tudo ficou como antes. Ela na casa dela, nos fundos da minha casa, junto do meu tio. E eu na minha!.
Mais aquela tarde, foi quente!.


💋 [Gostosa & Safada] 💋
• História 100% ORIGINAL & Exclusiva 🔞 🆕
• Criada por JulianoGLopes™ •
Faço com o maior cuidado nos detalhes, na pontuação, e na escrita!.
FACEBOOK: fb.com/JulianoGLopes23 👥

• All Rights Reserved to JulianoGLopes™ • 2016 •



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.