"Os mais excitantes contos eróticos"


SEÇÃO DE FOTOS


autor: Amora
publicado em: 25/05/15
categoria: hetero
leituras: 40539
ver notas
Fonte: maior > menor


Sempre fui uma pessoa com bastantes amizades, tal facilidade talvez se de pelo fato de eu ser uma pessoa muito comunicativa, depois do meu divorcio então minhas amizades aumentavam cada vez mais.
Algumas pessoas conheci através de meu ex marido entre essas pessoas estava Gustavo ou Gus como gostava de ser chamado, Gus era fotografo profissional e um grande sarrista, tirava sarro de tudo o quanto era possível.
Gus um apaixonado por fotografias sempre me convidava para posar para ele, me deixando sem graça e meu ex marido enciumado, devido a forma que ele falava, sempre me fazendo elogios exagerados.
Não forma poucas as vezes que após nos encontrarmos com Gus, eu e meu ex marido não tivemos nossas ''D.R'', meu ex sempre me acusava de gostar dos convites de Gus para um dia posar para suas lentes, chegou até um dia me acusar de estar me exibindo ao seu amigo, como naquela época meu amor era forte pelo meu ex marido, eu tratava de acabar com nossas ''D.R's'' e mostrar que ele era o único homem para mim!
Além do mais Gus também não fazia nenhum um pouco meu estilo, baixinho, gordinho e sempre com a barba por fazer, não me despertava nenhum interesse apesar de sua grande lábia.
Após me divorciar e conhecer Paulo, Marcos, Michel entre outros e de que cada dia que passava me tornar mais safadinha, reencontrei Gus que agora estava mais assanhado para meu lado, apesar de ser amigo de infância do meu ex, Gus estava mais abusado, agora ele não se contentava apenas em falar sempre que tinha oportunidade queria me tocar também.
Comecei a notar essa sua vontade ou melhor confirmei essa vontade dele me tocar em um evento em que nos encontramos, Gus após me cumprimentar com um longo abraço, ele segurou em minha cintura e com as mãos em volta dela me apresentou alguns amigos dele que ali estavam, assim que terminavam as pessoas que Gus me apresentava ele lentamente deslizava sua mão da minha cintura para repousa la sem pudores em meu bumbum!
No momento pensei em tirar sua mão dali, mas aguardei um pouco, para ver oque ele faria a mais!
Depois de deixar sua mão ali, que as vezes faziam alguns movimentos circulares, me afastei um pouco e Gus notou que eu provavelmente não estava gostando da situação, de fato não sei explicar bem oque sentia naquele momento, Gus me deu um beijo em meu ombro e disse que iria dar uma volta eu também sairia daquele local para circular um pouco.
Mais tarde naquele mesmo evento Gus, me encontrou sentada em uma mesa com mais alguns amigos, pegou uma cadeira pediu licença e se espremeu para colocar a cadeira ao meu lado.
Em meio ao nosso papo Gus, insistia para que eu posasse para ele e pedia ajuda dos presentes na mesa para que eu aceitasse o convite.
Em meio ao papo e a muitas risadas Gus, colocou sua mão em meu joelho, no momento que ele fez isso não dei importância, talvez por ter notado que não me importei, Gus subiu sua mão do meu joelho até o meio das minhas coxas, nesse momento olhei para Gus e em seguida olhei para sua mão retornando a olhar para Gus, que imediatamente retirou sua mão de minha coxa.
Naquela noite Gus tentaria mais algumas investidas em vão!
Semanas depois nos encontraríamos em outro evento, desta vez eu estava acompanhada e Gus não foi tão ousado mas mesmo assim, demorou mais oque o normal para me abraçar.
Durante o evento voltou a me pressionar em posar para ele, e desta vez tinha um aliado, meu acompanhante ajudava Gus na tarefa de me convencer a pousar para ele.
Eu era uma mulher bem mais sem vergonha, do que nos tempos que conheci Gus, e quando era mais nova adora tirar fotos, talvez durante meu casamento eu tenha perdido essa vontade, mas Gus e meu acompanhante da noite estavam me convencendo a ser fotografada.
Naquela noite gozei múltiplas vezes junto do meu acompanhante, enquanto imaginávamos como seria uma seção de fotos.
Dias depois estava cheia de coragem e pronta para ser fotografada, liguei para Gus e marcamos um almoço, acertamos detalhes do ensaio, e marcamos de nos encontrar no outro dia em seu estúdio.
No dia seguinte lá estava eu, e ao chegar ao estúdio uma jovem garota saia de lá, naquela hora me senti com vergonha, Gus se despediu da garota com um pequeno selinho, depois que ela saiu ele me mostrou algumas fotos da garota, as fotos dela me fizeram ter receios das minhas, na hora me veio na cabeça as represálias de me ex marido, demorei um pouco para tomar coragem novamente para fotografar, ainda estranhei o fato de naquele momento não ter ninguém da equipe de Gus para auxiliar, questionei o fato de não haver um ajudante e ele disse que para meu caso e da garota que havia acabado de sair não precisava pois seriam fotos simples de estúdio, qualquer imperfeição ele resolveria no photoshop.
Tirei algumas fotos e após ver o resultado eu queria mais, queria fazer outros ensaios, fazer com mais produção, com mais glamour!
Fui para casa feliz com o resultado, e marquei com Gus uma nova seção para o outro dia.
No outro dia estava lá na hora marcada, mas ao tocar a campanhia Gus demorou a atender insisti mais um pouco, pois conseguia ouvir um som de musica de dentro do estúdio, insisti na campanhia e depois passei a ligar para Gus, quando já desistia e me preparava para ir embora, Gus abriu a porta com um rosto um pouco assustado e suado, pediu desculpas pela demora, assim que eu entrava, uma outra garota saia de trás do biombo, uma garota ainda mais linda e alta do que a do dia anterior, acenou de longe para Gus que disse que ligava depois para marcar um novo ensaio com ela.
No momento que iria perguntar sobre a equipe dele, olhei em direção a um divã que tinha ali no estúdio e notei a embalagem de um preservativo, após ver aquilo tive a certeza que Gus tirava mais do que fotos daquela garota que acabara de sair.
Perguntei então sobre a equipe e Gus disse que infelizmente naquele dia o pessoal tinha outro compromisso e furaram com ele.
Mas ele disse que havia deixado algumas coisas separadas só não haveria como fazer maquiagens e cabelo, mas de resto dava para fazer tudo.
Enquanto me trocava pensava em como havia rolado entre Gus e a garota momentos antes da minha chegada, aquilo me excitou e o primeiro lugar em que quis ser fotografada foi no divã, parecia querer sentir o cheiro de sexo daquele local, parecia uma cachorra no cio cheirando oque os outros cachorros deixaram para trás!
Gus notou minha excitação e se aproveitou para tirar fotos mais ousadas!
Após a curta seção de fotos Gus me ofereceu um vinho para acompanhar nossa conversa, ele me perguntou muito sobre o fim do meu casamento, enquanto eu perguntava sobre suas viagens.
Após tantas perguntas rolou um pequeno silencio quebrado por mim quando perguntei sobre oque ele fazia com a garota que havia saído do estúdio quando cheguei, Gus ficou um pouco sem graça, se levantou do chão aonde estávamos sentados bebendo e conversando, se aproximou de mim, olhou para mim sorriu e eu novamente perguntei a ele não vai me dizer oque vocês faziam, Gus sem falar nada abaixou se passou a mão pelos meus cabelos segurando pela minha nuca e me beijou!
Lentamente fomos nos deitando no chão, Gus pouco a pouco diminuía a intensidade do beijo para partir para meu pescoço, em seguida desci mais em direção aos meus seios que estavam com os bicos duros feito pedras.
Enquanto Gus sugava os eu gemia ainda baixo, mas quando fechei os olhos me veio a cabeça todas as ''D.R's'' que tive com meu ex, e isso cortou o clima para mim.
Empurrei Gus de cima de mim e me levantei, ele ainda tentou me convencer a ficar mas peguei minhas coisas e fui embora.
No outro dia Gus ainda me procurou, conversei com ele como se nada tivesse acontecido, ele queria fazer mais fotos mas relutei em fazer, marquei para um dia qualquer mais para frente com a intenção de desmarcar ou sentir aquela vontade de fazer novamente.
Próximo da data, liguei e desmarquei com Gus, ainda não me sentia a vontade, poucos dias depois me encontrei com Gus em um barzinho, ele se sentou em minha mesa e tivemos a principio um papo que não chegaria ao assunto de fotos ou do que havia rolado depois daquela seção, porém Gus tocou no assunto pediu desculpas pelo fato de ter me beijado, justificando uma paixão que a tempos havia por mim, era seu desejo, mais do que me fotografar era me tocar, mas imaginava ser impossível já que eu era casada, mas depois que me divorciei ele sabia que um dia precisaria tentar, e me viu naquele dia aparentando estar com tesão mas carente a oportunidade de realizar seu desejo!
Depois de tudo que ouvi de Gus seria impossível fotografar com ele novamente, não me sentiria confortável para pousar para ele.
Pouco tempo depois, sairia novamente com aquele meu acompanhante que me incentivou a pousar para Gus, perguntou sobre as fotos e disse a ele que havia feito algumas mas não muitas, ele queria saber o por que de eu não ter tirado mais, desconversei ele então disse que me apresentaria um amigo que era fotografo também e que talvez eu me sentiria mais a vontade para posar.
Mais uma vez fui convencida a posar após uma ótima noite de sexo!
Fui apresentado então a Marques, um belo rapaz loiro, 32 anos, músculos pelo corpo mas nada exagerado, um belo sorriso, brinquei com ele que ele estava do lado errado da maquina fotográfica!
Ele sorriu e disse fazer aquilo que o deixava feliz e que estava do lado certo pois era tímido para estar do outro lado.
No estúdio em que Marques trabalhava existia uma movimentação maior, mas ao invés de me sentir tímida me senti segura, talvez o problema de fotografar com Gus fosse meu ex marido.
Enquanto uma garota me preparava para as fotos meu amigo conversava com Marques, e depois do papo meu amigo se aproximou de mim elogiou me e brincou "Jogou seu charme para o Marques, pena que ele não gosta da fruta!", e saiu sorrindo antes que eu perguntasse qualquer coisa a ele.
A garota que me aprontava então disse, "Esses homens não tem jeito, para eles todos são gays exceto eles mesmos!" e rimos juntas em seguida.
Na seção de fotos eu me soltava me sentia leve, fazia caras e bocas, olhava meu amigo excitado comigo, e eu me excitava com a sensação.
Após a seção sai direto para um motel com meu amigo, apesar da boa seção de fotos eu queria mais, sentia que queria me exibir.
Marquei outras seções e disse que em uma delas gostaria de ficar bem a vontade.
Nas seções seguintes fui sozinha, sem meu amigo, eu admirava o profissionalismo de Marques, ou ele era gay mesmo ou eu não fazia o tipo dele, dava diversas entradas a ele e nada!
Confesso que não me dou bem quando sou rejeitada ou tratada indiferentemente, e isso me faz cometer certas loucuras!
E uma dessas loucuras foi convida lo para ir em minha casa, a principio Marques relutou em aceitar o convite, mas depois de um pouco de insistência ele aceitou.
Preparei um jantar e coloquei uma roupa super decotada para provoca lo e tirar de uma vez por todas a duvida que estava no ar, Marques gostava ou não de mulheres?
Durante o jantar conversamos muito, pode conhecer mais sobre Marques e pela sua conversa e seu olhar para meu decote, demonstrava que de gay ele não tinha nada.
Depois do jantar decide pegar as fotos que tinha feito com Gus para mostrar a Marques, estávamos sentados no sofá um ao lado ao outro e Marques revezava seu olhar nas fotos e em meus seios, a cada olhada sua eu estufava os mais, derrepente me veio na cabeça a cena de Gus me beijando e sugando meus seios, por algum motivo aquilo me excitou mais!
Se Gus me agarrou, agora quem tomaria a iniciativa de agarrar alguém seria eu, tirei as fotos das mãos de Marques, e disse se ao invés de ver aquelas fotos ele não preferia ver ao vivo?
Marques gaguejou algo que não deu para compreender, fui em sua direção e o beijei, um beijo breve, interrompido por ele, perguntando me se eu não era namorada de seu amigo?
Sorri e respondi que não!
Mas antes que eu voltasse a beija lo, Marques recuou mais uma vez e disse "Eu sou noivo!"
Perguntei aonde estava sua noiva então?
E ele respondeu que estava viajando!
Então disse a ele o azar é o dela e me joguei para cima dele para começar a beija lo!
Nos beijávamos e enquanto rolava nossos beijos, sempre afastávamos um pouco nossas bocas para falar sobre o tesão que estávamos sentindo!
Marques segurou firmemente com suas mãos meus seios, parei de beijar ele por um instante e olhei em seus olhos e disse "Safado!"
Segurei em sua cabeça e a puxei de encontro para meus seios, quando senti que ele começava a mamar em meus seios eu soltei minhas mãos de sua cabeça e fui tocar em seu pau, já duro como bastão!
Marques também levava suas mãos a minha bucetinha para esfrega la sobre a calça que eu vestia!
Empurrei Marques um pouco e me levantei para tirar a calça que já me incomodava, quando voltei para o sofá, Marque foi na direção de minha boca para me beijar, porém segurei sua cabeça e a empurrei em direção a minha chaninha que estava totalmente melada na minha calcinha!
Marques colocou minha calcinha de lado e começou a me chupar, eu delirava, urrava dizendo o quanto estava gostoso, estava tão excitada que senti meu orgasmo chegar bem rápido, mas antes que eu gozasse pedi para Marques parar!
Ele se levantou parando de frente para mim, olhou para mim sentada no sofá como querendo dizer "e ai saca meu pau para fora e me chupa", mesmo sem falar eu sabia que era isso que ele queria e foi oque eu fiz!
Tirei aquele pau com a cabeça pontuda com uns 17 cm e abocanhei com vontade, babava ele todo, Marques fechava os olhos parecendo estar em exctase !
Com pau de Marques todo babado e minha buceta ensopada, falei para irmos até meu quarto para terminarmos com mais conforto!
Marques foi colado ao meu corpo da sala até o quarto, assim que entramos me deitei na cama e peguei um preservativo no criado mudo, enquanto Marques se encapava eu deitada de lado fechava a gaveta do criado mudo.
Antes que eu me ajeitasse Marques grudou em mim e segurando minha cintura não deixava eu me mexer, e com muita calma ele começou a me penetrar de conchinha!
Com a força de suas estocadas aumentando a cada penetração eu fui levantando minhas pernas, e sentindo todo impacto em minha chaninha!
Rapidinho eu gozei!
Marques ainda continuou por alguns minutos me bombando até gozar e me abraçar, sentia seu corpo tremer!
Ficamos um bom tempo conversando, senti o volume de Marques aumentar novamente, voltei para o criado mudo em busca de outro preservativo mas não havia mais, perguntei a ele se ele não teria um, mas ele também não tinha.
Marques então começou apenas a me masturbar, para matar minha vontade, eu também comecei a masturba lo para alivia lo.
Mas a cada dedilhada nova meu tesão aumentava, meu tesão não se contentaria com uma simples passadas de mão eu queria rola.
Implorei para que ele me penetrasse, mas com uma ressalva que gozasse fora, acertado entre nós, abri minhas pernas e aguardei Marques introduzir seu membro em mim!
Ele me comia com imensa vontade, eu apesar do tesão não estava bem relaxada pois não lembrava se estava no meu período fértil, minha vontade de gozar foi diminuindo, mas eu precisava de um segundo orgasmo, decide montar em Marques e cavalgar, mas a aflição era maior, eu estaria por cima dele e o risco de não conseguir sair era maior!
Me coloquei então de quatro e comecei a receber suas bombadas fortes, pedia para ele diminuir o ritmo mas ele parecia aumentar a cada pedido de minha parte!
Voltei a relaxar e comecei a sentir a vontade de gozar de novo, mas Marques já estava mais adiantado nesse quesito, e anunciava em alto e bom som que estava próximo de gozar, eu pedia para ele segurar, mas ele não teria como fazer isso, ele então tirou seu pau de dentro de mim e esporrou em meu bumbum!
Excitada e louca para gozar decide chupa lo para limpar toda sua porra, depois de limpar seu pau subi em cima dele e usei seu pau como um consolo humano!
Eu esfregava seu pau em minha bucetinha e gemia feito louca, sentia meu orgasmo cada vez mais próximo.
Quando explodi em gozo, eu cai por cima de Marques exausta, mas satisfeita!




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.