"Os mais excitantes contos eróticos"


Amor na Net Paixão de Furacã


autor: dryka
publicado em: 30/05/15
categoria: hetero
leituras: 2733
ver notas
Fonte: maior > menor




Tudo aconteceu quando abri uma exceção e desativei meu bate papo. Nunca deixei ele ligado.
E logo veio uma enxurrada de mensagens de textos me elogiando pelos meus contos. (obrigada a todos).

Mas um em particular me chamou a atenção. Charmoso, com uma barba que de cara mexeu comigo (gosto de uma bela barba) e enfim fui deixando o papo rolar.

Até que as coisas começaram a esquentar entre nós, as conversas não eram mais as mesmas de início e sim mais intensas e picantes. O que acontecia só de vez em quando, passou a acontecer com mais frequência e não teve jeito. A senhora paixão nos pegou de jeito, e que jeito!! Virávamos a noite conversando trocando ideias, fotos e promessas de um encontro.

Faziam alguns meses que estávamos namorando a distância. Que delícia que era nossa pegação via net!! Até que um dia ele marcou o dia e a hora de nós encontrarmos, eu já estava super afim e ele também.

Ficava fantasiando como seria a vinda dele para minha cidade, como seria nosso encontro, até que enfim chegou o dia. Dentro de mim parecia que tinha mil borboletas. Ficava nervosa toda vez que ele me ligava. Suava, tremia. Tinha hora que me dava medo, tinha hora que meu desejo de vê-lo aumentava. Era tanta emoção juntas que eu já nem sabia o que estava fazendo para onde eu ia.

Ele não conhecia minha cidade que é a deliciosa Bahia, Porto Seguro para ser mais exata. Marquei de encontrá-lo no aeroporto. Ele estava vindo do Rio de Janeiro me ver!
Quanto mais se aproximava a hora de sua chegada, mais eu ficava com os nervos em frangalhos. Assim que ele desembarcou me ligou:

- Oi amor onde você está minha deliciosa Dryka?

Nossa! Toda vez que ouvia a voz dele, eu suava frio.

- Estou no portão de desembarque Toninho!! Foi assim que passei a chamar o Antônio.

-Como você está vestida minha deusa?

Já tinha falado para ele mil vezes como eu estava, parecia que ele estava mais nervoso do que eu.

-Já te falei estou de sainha vermelha e uma blusa de cetim azul!! (minha cor favorita) E você como está?

Ele também tinha me dito que ia usar azul em minha homenagem:

- Eu estou com uma calça bege e uma camiseta listrada em preto e azul.

Finalmente eu o vi e ele me viu. Que emoção na hora em que nossos olhos se encontraram! Nos abraçamos e ficamos em silêncio por um longo minuto num abraço aconchegante onde eu entrava todinha em seu corpo. Ele era bem grandão e eu pequenininha sumia em seus braços.

Ele teve a iniciativa de me pegar pela mão e sair dali. Fomos em silêncio para o ponto de taxi, como ele não conhecia nada eu quem dei as coordenadas para o motorista fomos em silêncio até o hotel que ele tinha reservado antecipadamente.
Passadas as burocracias da recepção, já no elevador ele pegou em minhas mãos, deu um beijo em cada uma e me olhou nos olhos.

- E ae?! tudo bem?

- Tudo bem! Respondi com voz vacilante, nervosa e confusa ao mesmo tempo não sabia ao certo o que sentia.

Mal chegamos no quarto, antes de fechar a porta, nossos corpos se juntaram em um beijo que logo foi acabando com todos os meus receios e medos, aquecendo os nossos corpos. A paixão intensificou com aquele beijo que envolvia toda minha boca na dele. Aquela barba roçando em meus lábios deixando-os sensíveis.

Finalmente a ebulição tomou conta de nossos corpos, o que tínhamos esperado messes para acontecer estava se concretizando. Ele trancou a porta, me pegou no colo e me levou para cama. Pude ver em seus olhos a paixão e o desejo por mim.

Ele me colocou com toda delicadeza sobre a cama e foi tirando suas roupas uma por uma diante de mim, enquanto eu saboreava com o olhar cada parte que ele expunha para mim. Quando ele tirou toda a roupa eu estava toda molhadinha.

Ao ver seu pau duro apontando para mim, ele subiu na cama e foi tirando minha roupa também uma por uma, até chegar na minúscula calcinha que já estava toda encharcada com meu desejo, tanto tempo esperando por esse momento e finalmente ele chegou.

Ele beijava cada centímetro do meu corpo, descobrindo cada pedacinho de mim. Era uma tortura deliciosa aqueles beijos e aquela barba passeando pelo meu corpo, até que não aguentei mais e fui logo pegando seu pau.

Objeto do meu desejo que só tinha visto em fotos até então. Fui acariciando ele devagar, punhetando ele levemente. Fui descendo minha boca nele até abocanha-lo todo e sentir seu delicioso sabor, seu melzinho que saia.

Ele se virou e começou a dar deliciosas lambidas em minha xaninha enquanto eu chupava seu pau. Eu sentia sua barba roçando em minha delicada bucetinha. Que delícia! Que maravilha! Que tesão! Ter esse momento só para nós.

Nos deliciamos sem pressa, sem demora e com muito desejo até que eu gozei em sua boca e ele na minha. Ficamos deitados lado a lado olhando nos olhos e mais um beijo nos incendiou novamente.

Ele alcançou minha xaninha e dedilhava ela lentamente. Fui ficando mais e mais excitada. Aquela fricção em meu grelinho me fez derreter toda em seus braços. Ele chupando meus seios, me causando arrepios com aquela deliciosa barba. Não aguentava mais.

- Me fode gostoso Toninho, por favor! Implorava cheia de desejo.

- Você quer meu pau em sua buceta, gostosa?

-Sim!

-Então pede!

- Me dá esse pau gostoso?

Eu disse implorando, já não aguentando, precisando ser aliviada com urgência. Ele atendeu meu pedido, se posicionando levantando minhas pernas e me penetrando gostoso com o pau dele em mim.

Foi delicioso. Foi muito mais do que tínhamos planejado pela net. Nossas trepadas duraram um dia e uma noite inteira, sem nem ao menos pararmos para comer tamanho era nosso desejo. Realizamos todos eles. Gozamos juntos no chuveiro e nos saboreamos na cama.

Enfim, nosso encontro foi muito mais do que maravilhoso. Agora sempre nos falamos no bate papo, relembramos cada momentinho vivido. O que eu tinha esquecido, ele me lembrava, e o que ele se esquecia eu o lembrava. Agora estamos marcando de nos encontrarmos novamente, pois o furacão está novamente ardendo de desejo.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.