"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Dei Pro Meu Ex Cunhado


autor: YlanaSilva
publicado em: 27/10/16
categoria: hetero
leituras: 5666
ver notas
Fonte: maior > menor


Thiago era meio alto,mais ou menos 1 metro e 89 cm,era bem branquinho,tinha os olhos azuis,cabelos liso,ruivo,era magro,acho que nessa época ele tinha uns 23 anos e eu uns 17. Ele e minha irmã namoravam mais ou menos 1 ano e alguns meses. Toda vez que ele ia lá pra casa eu sentia que Thiago ficava me olhando,mas eu não dava muito bola e também respeitava minha irmã. Passou alguns meses eles terminaram,e onde Thiago me via falava comigo,abria um sorrisão,eu meia sem jeito abria um sorriso de lado e acenava disfarçadamente. Eu estudava a noite nesse tempo,e ele fazia curso,e sempre pegávamos o mesmo ônibus pra irmos,ele marcou a hora que eu descia pro ponto,e começou ir pro ponto no mesmo horário. Numa dessas idas dentro do ônibus Thiago solta:

-Sabia que você é muito séria? Por que não me dá uma bola? Não me dá nem chances de falar,me aproximar...

-Eu sei que sou seria Thiago,você quer bola pra que? Quer falar o que? Não quero muita aproximação,você é ex da minha irmã e está um pouco recente, não acha?!

-Poxa gata,eu sempre quis me aproximar,trocar uma idéia,será que posso?

-Você já está,certo?! (falei isso num tom bem ironizado e com um sorriso de lado).

-Olha,já já está chegando meu ponto,pode me passar teu número pra eu te chamar no wpp ,antes eu tinha,mas formatei o celular.

Passei meu número,ele veio e me deu um beijo no canto da boca e foi andando pra porta,não falei nada e nem ele. Nossa,eu estava soando. Fui pra escola,voltava da escola um pouco tarde,e nada de mensagem do Thiago no wpp. No dia seguinte,estava terminando de me arrumar quando de repente o celular toca,e quem era? Thiago!!

-Oi gata,tô aqui embaixo te esperando,só pra avisar,hoje não vai pra escola não,tá?!

-Thiago,você é maluco,tô descendo.

Se alguém me visse entrar dentro do carro do meu ex cunhado eu estaria morta,o que eu ia dizer pra minha irmã?! Mas mesmo assim fui,desci e logo entrei no carro,já sabia qual era,então fui bem rápida. Não falamos nada,ele apenas acelerou o carro e riu pra mim,fiquei na curiosidade de saber onde ele ia me levar,onde moramos da certa hora muitas ruas ficam desertas,então fomos pra uma dessas ruas,assim que chegamos,ele desligou o carro e não deixou eu falar nada,me deu um beijo,mais um beijo que na mesma hora minha buceta começou a piscar,eu retribui o beijo,mas minha mente estava no sexo,nunca desejei tanto dar aquela noite como eu estava desejando. O beijo continuou,foi ficando mais quente,uma das mãos dele veio parar na nuca,e levemente puxava meu cabelo,o beijo começou a ficar ofegante,outra mão veio pro meu peito,ain meu Deus,eu já estava cheia de tesão. Thiago tirou sua blusa e abriu seu short,e voltou a me beijar,entre os beijos,começou a tirar minha roupa,puta que pariu,o cheiro de sexo já tinha tomado conta do carro,sem muita demora eu estava só de calcinha,Thiago com o rosto entre meus peitos,passava a língua em tudo,eu gemia baixinho,vai que alguém passa e ouve. Thiago pegou minha mão e levou pro seu pau,genteeeee,que pau grande,devia ter uns 23 centímetros,branco e cheio de veias,a cabeça do pau dele já estava toda molhada,comecei a bater punheta,ele começou a gemer também. Estávamos sentados um do lado do outro,e imediatamente subi em cima dele,fiquei totalmente aberta,pronta pro seu pau entrar,sem muita demora sentei e o pau deslizou todo pra dentro,uuiiiiiii que delícia,o menino já estava fraco,não se mexia,só chupava meus peitos,e eu quicando,quicava muito,o carro balançando muito,fiquei uns 10 minutos quicando,e entre gemidos já altos Thiago começou a falar:

-Ôh gostosa,senta no seu pau,senta até não aguentar... Aaaaaah,que gostoso (foi um tapa na bunda e um na cara essa hora,aí mesmo que eu subia e descia).

-Tá gostando Thiago? Nunca imaginei que tinha uma piroca tão grande assim,que delícia. (segurei no cabelo dele e quicava com mais força).

-As pessoas julgam muito um livro pela capa. Paraaaaaaa,vou gozzzz,aiiii,uuiiiiiii,tu senta muito gostoso,se continuar vou go,,,go,, aaaai.

-Então gozar seu cachorro,goza na minha buceta.

Prendi o pau dele dentro da minha xota e comecei com um movimento vai e vem,sem tirar nenhum centímetro de dentro,sentia as bolas dele super quente encostar na minha bunda,comecei a rebolar devagar,sentia o pau dele pulsar dentro de mim,mas que tesão que eu estava,coloquei o rosto dele entre meus peitos,minha mão ia por trás da cabeça dele,as mãos dele estava na minha bunda,uma em cada banda,nossos corpos estava colados,suados,quando falei gemendo bem alto:

-Thiago,mete vaaaaai,vou gozar no seu pau,vou melar ele todo.

Thiago não aguento ouvir isso,começou a foder minha buceta,mais ele metia muito,ele metia e eu rebolava.

-aaaaaah,piranha goza no meu pau que eu vou gozar na sua buceta,voou gozaaaaaaaaaaa,que delícia.

-Ain Thiago,vou gozaaar,uuuui,que gostoso.

Quando de repente sentido sua porrah quente,não aguentei e gozei também,ficamos uns segundos gemendo e soltando gozo um no outro. A essa altura alguém passou,viu o carro balançando,ouviu os gemidos,eu e Thiago estávamos suados,pingando de suor. Ficamos uns 2 minutos parados,seu pau dentro de mim ainda pulsava,não estava mais tão duro,levantei... Seu gozo pingava,ele me deu a blusa dele pra eu limpar minha buceta e com o outro lado da blusa ele limpava o pau. Caçamos nossas roupas,coloquei a minha e fui pro banco da frente,Thiago também colocou a cueca e seu short e foi pro banco de motorista. Estávamos ali sentados,com a respiração meia acelerada ainda,ele colocou a mão na minha coxa e riu,só levantei a sobrancelha pra ele,e ele disse:

-Tá de parabéns,nunca pensei que fodia e tirava tanto fôlego assim,já quero que seja minha todos os dias.

-Não sou nenhuma puta,só fiz isso por que não tinha pra onde correr,e não vai ter próxima.

-Vai falar que não gostou do meu pau?! Garota sei que você é safada e não pode ver um pau grande.

-Você fala isso por que tem pau grande,mal sabe você que você só tem isso de bom.

-Enfim,posso ter só isso de bom,mas sei que gostou,e quero mais.

-Tá bom Thiago,vamos,tô suada,tô com fome.

Ele não falou mais nada,ligou o carro e fomos,me levou pra comer no Bob's,batemos mó papo como se tínhamos intimidade pra mais de anos,depois me levou pra casa e fui embora. Depois disso marcavamos de se pegar mais eu sempre corria,era meu ex cunhado e alguém podia ver,e até hoje não rolou mais nada,nos esbarramos na rua,mas nada acontece.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.