"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Eletricista gostoso


autor: odeflor
publicado em: 17/01/17
categoria: coroas
leituras: 6579
ver notas
Fonte: maior > menor


Conforme já em relatos anteriores sou uma morena gostosa 35 anos 1,60 de altura 110 de quadril e seios médios, trabalho como secretaria em uma loja de sapatos aqui na minha cidade no inteiro de São Paulo sou separada não tenho filhos e moro sozinha. Sempre que tem problemas na eletricidade na loja meu patrão chama um eletricista de sua confiança um gato ele faz o serviço e sempre sobra para min acertar o valor de material e mão de obra enfim pagar. O rapaz e meio tímido ainda mais lá na loja onde tem varias meninas assanhadas que dá em cima dele mas até hoje nada aconteceu, apenas papinhos nos corredores que eletricista gato eu deixo mexer na minha eletricidade e etc.

Um certo dia eu estava acertando o serviço e peguei o danado olhando no decote da minha blusa comtemplando os meus seios não falei nada mas pensei que safado esta de olho no que é bom, no mesmo dia lembrei que na minha casa tem dois banheiros mas somente um funciona o chuveiro desde que mudei lá nuca funcionou direito e uso somente o da suíte preciso consertar vai que tenho visita ai fica chato e já aproveito e dou uma geral na eletricidade do apartamento e quem sabe mostro melhor meus seios a ele risos. Então conversei com ele sobre o meu apartamento e marquei uma visita para orçamento que era melhor no final de semana. Marquei para o sábado de manha a visita e como de costume faço uma faxina todo final de semana e então aproveitei para começar cedo acordei as 7hs tomo café coloco minha roupa de faxina que costuma ser bem folgadas para não atrapalhar no trabalho coloco luvas para não estragar as mãos a obra. Esse dia coloquei uma camiseta branca transparente que parecia os bicos e ourelas grandes dos seios e um micro shorts que parecia a poupa da minha bunda prendi o cabelo afinal quando o eletricista chegasse o porteiro avisa e eu troco de roupa.

Por volta das 9:30hs toca a campainha então pensei que era a minha vizinha de porta que ia me pedir algo afinal ela sabia que eu estava em casa e tinha me esquecido do eletricista, fui até a porta para atender do jeito que estava de luva e tudo. Para minha surpresa quando abro a porta putsss que susto era o eletricista fiquei gelada surpresa não sabia onde enfiar a cara e o porteiro nem me avisou. Tentei ser o mais natural possível e comecei a conversar e falei “o porteiro nem avisou da sua chegada olha minha roupa afinal estou quase pelada” mas mandei ele entrar e ficar a vontade como nada tivesse acontecido, afinal nada mesmo eu sou uma mulher livre e ele já deve ter visto uma mulher semi nua e conversamos na sala sentado no sofá ofereci um café agua (não aceitou) e expliquei o que estava acontecendo na eletricidade e o que estava querendo e o danado entendia mas não tirava os olhos das minhas coxas e meus seios afinal estava ali a mostra não perdi o rebolado afinal rebolei mais ainda quando levantei e fui mostrar o banheiro para ele, como já falei não tenho nenhum compromisso com homem e sou uma mulher bonita e com tudo em cima pelo menos na minha opinião e ele um rapaz jovem cheio de tesão, fui na frente queria ter olhos na parte de trás da cabeça para ver a reação dele olhando na minha bunda, levei ele nos pontos, banheiros, quadro e na cozinha e falei quero um serviço bem feito e bonito igual ao eletricista e dei uma risada.

Deixei ele sozinho até pensei em trocar de roupa mas estava calor e ele já tinha visto mesmo porque esconder e voltei a fazer faxina. Estava no quarto e notava ele andando pela casa indo até o banheiro e cozinha no quadro de luz que tenho então logo veio até min e disse que queria ir até o outro banheiro do apartamento, falei que sim é o da suíte e levei ele até o mesmo, chegando lá outra surpresa vi minha calcinha jogada em cima da pia tinha esquecido da noite anterior afinal a limpeza ainda não tinha chagado lá e peguei a calcinha e ele notou e falou pode deixar eu não ligo ai falei meio sem jeito sabe como é casa de mulher desorganizada e sozinha tudo pode, roupa intima no banheiro usa qualquer roupa em casa afinal não tem macho para controlar e dar satisfação, ele rio a falou esta tudo ótimo pode deixar como esta e se vestir como quiser eu estou adorando. Ai falei também logo de manhã ser recebido por uma mulher semi nua qual homem não gosta ele ficou vermelho e tentou se explicar, a culpa é minha entrei sem avisar pois já conheço o prédio e sempre faço serviço para o zelador por isso o porteiro me liberou e não avisou a senhora peço desculpa isso não vai se repetir e ficou triste, dessa vez fiquei com dor no coração afinal também estava gostando de tudo isso. Para não arrastar mais a conversa sai do banheiro e voltei para faxina, ele ficou só me observando e isso me deu um tesão que quase voltei e tirei a roupa para ele e assim pedia desculpa. Terminei a faxina no quarto e fui conversar com ele para não ficar naquele clima ele já tinha terminado o orçamento e sentamos para falar sobre o mesmo. Ele colocou que o correto seria trocar os fios dos chuveiros a instalação era antiga, isso ia demorar um pouco e o custo era maior pois ia precisar de ajudante. Fiquei assustada falei que não tinha dinheiro para isso então ele propôs tirar o ajudante e eu o ajudaria no que precisasse, falei que não tinha pratica e nem sabia o que fazer a minha área é administrativa ele aceitou e fechamos o serviço para inicio logo após o almoço (mesmo dia).

Como era cedo ainda ofereci um cafezinho e conversamos um pouco ele falou dele do seu serviço da onde mora que era casado e falou da esposa que os dois estava tentando engravidar eles queriam um filho já estavam 5 anos casados e conversa vai conversa vem deixou escapar que gostava de morenas mas sua esposa é loira, fiquei molhada e pensei a tarde não vai ser fácil com esse homem aqui dentro de casa. Ele foi embora e falou que ia comprar os materiais e que lá pelas 14 ou 15 horas voltava para começar o serviço e como era horário de verão daria para trabalhar até mais tarde. Parei minha faxina afinal ia sujar tudo novamente e fui arrumar o almoço e descansar para a tarde pois iria ser ajudante de eletricista.

Almocei a deitei na cama e fiquei imaginando aquele homem me beijando tirando minha pouca roupa que estava vestindo chegando com sua boca nos meus seios minha buceta ai que calor soltei o cabelo e comecei a virar na cama e a me tocar pensando naquele eletricista o tesão e a imaginação corria solto. Aquele homem no canto do quarto sem camisa com o alicate no bolso caminhando em minha direção me chamando para o sexo, e eu caminhando também em sua direção até nossos corpos se encontrarem e tocarem ele então me beija na boca no pescoço e começa a passar a sua mão pelo meu corpo aperta minha bunda solta o botão do meu shorts abri o zíper e deixa ele escorregar pela minha perna até chegar no chão então fico de calcinha recebendo aqueles carinhos daquela mão grande e áspera de um eletricista e falando no meu ouvido coisas que me deixa louca e começo a ficar toda molhada e ele ainda esta nas preliminares eu começo a rebolar e esfregar minha buceta em cima do seu pau que ainda esta dentro da calça mas louco para sair e ele também faz o mesmo e continua a aperta minha bunda meus seios e depois ajoelha para beijar minha buceta e bunda ambas grandes e com muita vontade de ser apertada mordida enfim bem usada por um macho, a essa altura não estou mais suportando o tesão e tiro a blusa deixando meus seios a mostra ele nota e começa a acariciar eles primeiro um depois outro e beija e da pequenas mordidas nos bichinhos e neles inteiro. O cara parece que sabe o que fazer com seios de uma mulher.

Me fala coisas bonitas no meu ouvido do tipo: Morena gostosa vou te comer todinha, você é um tesão de mulher, quero gozar lá dentro e te engravidar e por ai vai até a hora que peço para me comida sem dó já não aguento mais de tesão, então ele tira a calça a cueca e me coloca deitada na cama abre minhas pernas e começa a pincelar a cabeça do pinto na entrada da minha buceta até a hora que enfia aquele coisa maravilhosa dentro de mim e vai me abrindo e preenchendo tudo, fica socando em um ritmo acelerado e gemendo junto comigo até a hora que sinto ele ficando mais grosso dentro da minha buceta e gozando quase perdendo a respiração, nessa hora pensei mas sem camisinha ainda bem que é somente pensamento. E volto a realidade estou na cama sozinha toda descabelada sem roupa e com muito tesão sou obrigada a me masturbar pensando naquele eletricista, me masturbei e dormi acordei com a campainha tocando me vesti e fui atender a porta era ele voltando com os materiais, escada e as ferramentas para fazer o serviço.

Como fiquei ocupada e novamente ele me pegou de surpresa e não tive tempo de trocar de roupa, então ele começou o serviço desmontando uma parte da parte elétrica da sala e do banheiro enquanto ele trabalhava eu observada sentada no sofá da sala e pensava comigo que homem gostoso. De repente ele me chama para ajudar no serviço e me pede para subir na escada e eu nem notei mas o danado queria me ver em cima da escada para poder apreciar minhas curvas meus seios que ele olhava por baixo e ficava mais fácil minha blusa era larga e não usava sutiã ai o safado me orientava como deveria fazer subia na escada junto e passava a mão na minhas coxas apertava meu corpo junto ao dele fingindo segurar na escada para não cair sentia seu pinto duro esfregar na minha bunda que estava cheio de segundas intenções naquelas atitudes mas estava gostando daqueles braços fortes em volta do meu corpo e assim ele subia na escada me ajudava descia ia até o banheiro e voltada e novamente fazia o ritual até que o fio passou, ai ele falou “pronto ajudante já esta bom agora vamos para o banheiro fazer o mesmo e tem mais serviço”. Chegando lá foi parecido subi na escada e ele embaixo ficou olhando ai olhei para sua calça e pude ver o volume dentro da calça e perguntei “você esta com tesão em me ver assim quase pelada e fica me esfregando vou trocar de roupa senão o serviço não sai” ele na mesma hora replicou “não faça isso é a coisa mais linda e gostosa que vejo na minha vida quem dera minha mulher fosse assim, meu pau esta a ponto de furar a calça só em ver você assim com essa coxa morena e grossa essa bunda mostrando a polpinha linda e lisinha esses seios duros com esses bicos durinhos sem sutiã da vontade de parar o serviço para bater uma punheta em sua homenagem só tem olhando você na escada. Se comporta menino esse corpo não é para seu bico afinal é casado e o serviço tem que sair senão vou ficar no escuro a noite. Então voltamos ao serviço e quem não esta aguentando sou eu de tanto tesão decô da escada e vou em sua direção e ele esta em outra escada no seu degrau mais alto do chão então fico na altura de sua cintura, abro o zíper da calça pego e seu pinto que já esta duro e começo uma punheta enquanto ele geme e fala “vai sua morena gostosa que já estou quase gozando de tanto ver você desse jeito” não goza não senão eu paro e pego o pinto duro coloco na boca e começo a beijar e a fazer aquele movimento característico da punheta quando sinto o primeiro jato na minha boca tiro para fora e vai outros jatos no meu rosto cabelo na parede do banheiro e quase engasgo ao terminar os jatos levo a boca novamente no pinto e limpo até ele descer da escada para continuar o serviço e me fazer gozar. Ele tira a camisa tira sua calça sua cueca e em seguida tira minha blusa e começa a acariciar e apertar meus seios fico nas nuvens com aqueles carinhos e ajudo ele tirando meu shorts e minha calcinha que já esta toda molhada do meu tesão. Ele me pega em seus braços e vamos até o quarto me coloca deitada me chupa meus seios minha buceta e seu pinto já esta duro novamente, ele me coloca de quatro passa a cabeça daquele pau na entrada da minha buceta e enfia com tudo dou um grito mas gosto muito e com a outra mão começa a alisar meus seios e apalpar minha bunda meu quadril quando começo a gemer alto e falo coisas do tipo “mete na sua cadela esse pinto, me come seu puto” em um pingo de sanidade lembro que ele esta sem camisinha como não tomo remédio não posso abusar da sorte, falo para ele parar e colocar a camisinha ele diz que não tem camisinha e que na hora vai fazer para fora, como não acredito tento sair, mas ele me segura pelo quadril e tira seu pinto para fora com jatos de porra atingindo meu cabelo novamente minhas costas minha bunda minhas coxas ai fico preocupada será que ele fez dentro. Ele disse que não então falei “se ficar gravida dou a criança para sua esposa criar ela não quer uma criança então pega uma moreninha e ri”, fiquei toda suja de porra branca na minha pele morena tinha porra na minha coxa no meu cabelo fui tomar um banho gelado mesmo, estava sem energia no apartamento.

Depois desse sexo gostoso e matar minha vontade descansamos e voltamos ao serviço mas não sei se vamos conseguir terminar o serviço sem parar novamente.







ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.