"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Eu sozinha no carro


autor: nessastella22
publicado em: 22/02/17
categoria: hetero
leituras: 3697
ver notas
Fonte: maior > menor


Era domingo, dia gostoso, sol e calor… Eu estava inquieta e louca com vontade de transar. Na noite anterior eu havia saído com alguns amigos em um barzinho e alguns caras chegaram em mim, recusei os convites pra sair mas um deles me chamou atenção, me senti atraída por ele e fiquei imaginando como seria transar com ele. Toda a situação de ele me olhar enquanto eu dançava, a troca de olhares, ele chegando em mim, foi o suficiente pra acender minha vontade de transar com ele gostoso.

Meu namorado (na verdade é um “caso”, a gente transa e ele me banca, ele exigiu que fosse só com ele, como ele me banca bem, é amigo, carinhoso e cuida de mim, resolvi aceitar), então recusei o convite do gostosinho mas fiquei com vontade de transar, queria sentir um pau duro entrar na minha bucetinha. Nessa ocasião, meu namorado estava em SP fazendo um curso de dois dias e satisfazer minha vontade estava bem distante de mim. 🙁 Voltando…

Resolvi ir dar uma volta no parque e pensar em outra coisa, não conseguia, minha vontade de transar consumia todo meu pensamento. Voltei pro carro e mandei uma mensagem para o meu namorado falando da minha vontade de dar minha bucetinha pra ele. Em poucos minutos ele respondeu e começamos a trocar mensagens. Comecei me masturbar com a mão por dentro do shorts ainda e falava pra ele o que eu estava fazendo… Saber que ele havia perdido a concentração do curso me excitava e aumentava minha vontade de transar com ele.

Eu havia parado o carro do outro lado do parque onde tinha menos movimento de carros e pessoas e quis dar continuidade ali mesmo. Passei para o banco do passageiro para ficar mais a vontade, deitei o banco pra ficar mais confortável, liguei o som, tirei o sutiã ficando com minha blusinha branca, abaixei o shorts, abaixei os vidros dianteiros do carro e dei continuidade ali, com uma mão eu me masturbava e acariciava meus seios, com a outra eu trocava mensagens com ele e narrava pra ele por áudio tudo que eu estava fazendo e sentindo. Quando eu via pelo retrovisor que vinha gente, eu me arrumava e quando eles iam eu voltava com a mão na minha bucetinha gostosa que estava cada vez mais com vontade de sentir o pau gostoso do meu namorado entrar nela. Os vidros abaixados me excitavam muito, a sensação era de iria chegar alguém ali no carro me ver daquele jeito e pedir pra lamber minha bucetinha, e eu iria deixar, claro!
Meu namorado me enviava mensagens falando de como seu pau estava duro e o quanto queria me foder, eu imagina como seria gostoso ser fodida por ele ali de qualquer jeito e minha vontade aumentava, minha buceta estava desejosa pelo seu pau gostoso. Tirei fotos e gravei videos me mostrando e falando pra ele da minha vontade, ele ficava louco! Eu queria o pau duro do meu namorado ali aquela hora mais que tudo!

Não aguentando mais e querendo gozar de qualquer jeito, peguei meu brinquedinho no porta luvas do carro, melei ele com minha língua molhada e enfiei ele gostoso na minha buceta melada, ao sentir ele entrar eu quase gozei. Enfiava meu brinquedinho na minha buceta enquanto acariciava meus peitinhos, eu queria arreganhar minhas pernas ali mas não tinha jeito, enfiava ele e falava como se meu namorado estivesse ali comigo. Colocava pouco pra não gozar até que eu não estava aguentando mais e com um suspiro forte e um gemido baixo eu gozei. Gozei no meu brinquedinho querendo que fosse o pau duro do meu namorado me fodendo.

Corpo quente, respiração ofegante, aliviada mas não satisfeita, (um brinquedinho não me satisfaz totalmente), tirei o brinquedinho da minha bucetinha e ele estava todo melado… agradeci ao meu brinquedinho por existir! =D

Me recompus e voltei ao meu posto de moça decente. 🙂



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.