"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Curei minha vizinha com saliva!!!!


autor: Pampam
publicado em: 16/03/17
categoria: lésbicas
leituras: 11236
ver notas
Fonte: maior > menor


Ola meu nome é Pamela e tenho 27 anos, sempre desejei mulheres como ficava em casa a todo tempo sozinha sendo deixada pela mulher....numa desses dia era sexta e eu estava procurando um canal bom alguma programação na televisão, a campanhia tocou para te relatar melhor tenho uma vizinha e somos muito amigas ela é muito bonita, muito gostosa pra falar a verdade e ela sempre vem a minha casa pra podermos conversar, ela se chama Vanessa (nome fictício ), é uma ruivazinha linda, gordinha com umas pernas torneadas e um par de peitos volumosos e durinhos... um dia Vanessa foi a minha casa pra conversarmos como de costume e no meio dessa conversar rolou um problema que estava acontecendo com ela, e ela não sabia o que fazer porque já estava começando a incomodá-la, ela me disse que estava com a boceta cossando, e que sóme contou pra ver se eu poderia ajudá-la, eu disse sim imediatamente, logo me subiu aquele calor, e pensei comigo, que delícia seria poder ver aquela bocetinha deliciosa da minha vizinha.
Então eu comecei a relatar a Vanessa que isso já havia acontecido comigo, e que a melhor coisa pra curar era saliva, muita saliva....Ela ficou meio desconfiada e eu expliquei a ela que isso ia resolver o problema dela guardou bem tudo o que eu disse e foi pra casa... No dia seguinte ela me disse que tinha passado saliva dela mesma na buceta e que não tinha resolvido nada... eu expliquei a ela que simplesmente se não funcionasse daquela forma ela teria que fazer com o método mais forte, que era passando muita saliva, e teria que ser saliva de outra pessoa.... Vanessa completamente perdida, me disse: como vou fazer isso? eu não sou casada e não tenho namorado....foi ai que eu me dispus a ajudá-la...eu disse a ela que estava disposta a ajudá-la, afinal éramos amigas desde do dia que me mudei com minha mulher para aquela residência, você pode confiar em mim, assim como eu confio em você... e ela aceitou, fomos pro meu quarto imediatamente, minhas pernas começaram a tremer nesse momento, ela estava de saia, ela a levantou deitou na minha cama, afastou calcinha e arreganhou aquelas pernas me mostrando uma bucetinha linda toda depilada bem carnuda com lábios grandes... eu começei a fazer o trabalho, disse a ela que teria que esfregar um pouco e ela concordou... ela ficou olhando pra mim o tempo todo, eu perguntei se estava cassando agora e ela disse que sim, então comecei a massagear seu clitóris e abri aqueles belos lábios... ela começou a se retorcer e parecia estar gostando, eu perguntei se estava bom, e ela disse que sim, e por fim eu disse que iria começar com a saliva, ela já estava toda molhadinha quase me implorando para eu chupá lá e sem olhava mas pra mim...olhei bem pra aquele bocetão lindo, abri bem os lábios e meti a língua bem no fundo, o mais fundo que consegui e comecei a mexê-la lá dentro, lambia muito e comecei a chupar seu clitóris, ela se contorcia toda, virou a cabeça pra cima e começou a gemer baixinho...eu aproveitei e pra chupar mas ainda, passava minha língua dentro chupando e mordendo, até que por fim ela gozou enormemente. Eu parei por um instante, e quando ela se recuperou eu perguntei se já estava melhor, ela sem pensar respondeu suspirando forte que estava muito bem, e com uma carinha de safada disse que nunca pensou que saliva era tão bom. Levantamos, ela se arrumou e eu disse a ela que sempre que ela estivesse com problemas que ela poderia vir a minha casa que eu teria o maior prazer em ajudar.
No dia seguinte ela voltou e me disse que estava muito bem e que adorou o tratamento a base de saliva e que gostaria de aprender a fazer, eu mais do que depressa disse a ela que estava com aquela coceira e que já que você quer aprender pode treinar comigo...nos estava-mos na cozinha, eu desci minha calça e tirei minha calcinha, e de pe mesmo mostrei a ela que se deve passar a saliva bem lá dentro, e tem que ficar esfregando o clitóris pra cima e pra baixo...ela se ajoelhou na minha frente, pos as mão na minha boceta e abriu os lábios, eu em pe abri minhas pernas, uma em pe e outra sobre a cadeira, e ela ali na minha frente perguntou: o que faço agora? e eu disse: encha bem a boca de saliva, ponha a língua pra fora molhada com muita saliva e enfia ela bem lá dentro...ela começou a sugar a saliva da boca, encheu bem à boca, e devagar foi chegando, pos a língua pra fora toda encharcada e foi diretamente pra dentro da minha boceta, soltou as mãos dos meus lábios e pegou na minha bunda e começou a me puxar contra sua boca, e bem forte ela lambia e bem no fundo, e começou a sugar meu grelo, e chupou muito sem parar, não agüentei e gozei na boca dela, e ela bebeu todo aquele gozo loucamente, parecia que estava delirando e não queria parar mais, continuou por mais uns instantes, ela se levantou meio sem graça, peguei no rosto dela e dei-le um beijo de língua, e ela retribuiu, foi maravilhoso...depois desse dia fui à casa de Vanessa e como já estava acostumada fui entrando, e surpreendida com a Vanessa e Luiza na sala, Luiza (nome fictício)também é nossa vizinha e Vanessa estava travada de boca na boceta de Luiza, fiquei meio sem grassa de chegar e atrapalha a festinha das duas.... Mas isso já é uma outra história meus caros leitores esperem que gostem do meu relato!!!!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.